Aqueles que querem aproveitar a facilidade dos aparelhos multimídia poderão optar por fazer a declaração através do tablet ou smartphone. Nestes casos será necessário baixar o aplicativo “m-IRPF”, disponível nas lojas Google Play (para Android) e App Store (IOS). O recurso permitirá que cerca de 90% dos contribuintes possam realizar a ação através destes meios, de acordo com a Receita.

Apesar de os aplicativos poderem ser utilizados para declarações simples e completas, o preenchimento eletrônico por dispositivos móveis não serve para declarações complexas sob o ponto de vista técnico, conforme explica o especialista da Fradema Consultores Tributários, Francisco Arrighi. “Estas dependerão de programas adicionais, transportes de saldos de prejuízos acumulados, no caso da Bolsa de Valores. Não é aconselhável abandonar totalmente o meio tradicional, pois alguns procedimentos para realização da declaração foram lançados recentemente”. No ano passado, foram recebidas no Paraná dentro do prazo regulamentar 1.681.047 declarações, de acordo com os números a Receita Federal. Já os atrasados somaram 83.426. A multa para quem entrega fora do prazo é de 1% ao mês, sendo o valor mínimo de R$ 165,74 e o máximo de 20% sobre o imposto devido. Em 2014, 46,80% dos declarantes apresentaram saldo de imposto a restituir, 20,05% apuraram saldo de imposto a pagar e 33,15% apresentaram declarações sem saldo de imposto.

Veja todas as dicas do Guia do Imposto de Renda 2015