É impossível barrar a tecnologia, ainda mais quando ela está aliada à criatividade. A empresa londrina de comunicação, OwnFone, lançou o que ela tem chamado de “primeiro celular em braile”. Mas não vá pensando que o é a tela do aparelho que adquire as formas da linguagem: as coisas não estão avançadas assim.

O que a empresa criou é, na realidade, uma espécie de capa com quatro botões personalizáveis em que o cliente grava os números mais importantes de sua agenda, como alguém da família, do trabalho ou algum amigo. A tecnologia só é possível graças à impressão 3D, que permite gerar superfícies com relevo.

O aparelho, que é vendido juntamente, com a capa personalizada, está disponível nas lojas da Inglaterra por R$ 250 e já tem chamado a atenção do mercado para esse nicho.