Você pagaria cerca de R$ 30 mil reais em uma máquina que promete fazer o chá ‘perfeito’? A empresa Bkon acredita que muitos vão pagar e está testando um protótipo em cafeterias dos Estados Unidos.

De acordo com a empresa, preparar um bom chá é muito mais complicado do que colocar um saquinho dentro de uma xícara com água quente. A nova máquina possui uma câmara de fermentação, na qual folhas de chá solta e água são colocadas. Depois o ar é puxado para criar um vácuo.

A pressão negativa na câmara levas as folhas de chá para a superfície do líquido e extrai melhor o sabor que apenas jogar água quente em cima das folhas, descreve a fabricante. O processo é repetido por cerca de 60 a 90 segundos.

A máquina que produz o “chá 2.0” deve estar a venda até o final do ano.