Você já sentiu aquele desânimo ao ver as fotos no Facebook da viagem mais recente do seu amigo? Mar azul, céu limpo, barco de patrão. E você lembra da sua última ida à praia: congestionamento e pedágio, esse sim de ‘patrão’. Sem contar que a água não está tão azul e ainda choveu enquanto estava no litoral. Pois é, uma pesquisa revelou que quem passar muitas horas no Facebook tem mais chances de ter depressão.

A publicação, que foi veiculada no “Journal of Social and Clinical Psychology”, revelou que usuários de redes sociais estão mais expostos a comparações e esse é um fator preponderante para se chegar à depressão.

“É importante ressaltar que a maioria das pessoas se expõe no Facebook, então costumam postar apenas coisas boas da própria vida. No entanto, se não percebemos que isso está acontecendo e tentamos nos comparar sentiremos que, de fato, não estamos no mesmo patamar que nossos amigos”, comentou o pesquisador Mai-Ly Steers, responsável pela pesquisa.

No total, 154 pessoas foram estudadas pelo grupo. A idade dos participantes da pesquisa variava entre 18 e 42 anos.