Xiaomi, empresa chinesa que desenvolve smartphones, periféricos, e acessórios – assim como serviços de internet – acaba de dar início às suas operações no Brasil, trazendo inovação para todos a preços justos.

Em apenas cinco anos, a empresa que comercializou mais de 61 milhões de unidades em 2014 e está avaliada em US 45 bilhões, foi considerada, este mês, a empresa mais inteligente na área da computação e das comunicações pela revista MIT Technology Review*. Em 2014, a Xiaomi também foi eleita como a empresa mais inovadora da China, pela Fast Company.

Da China para o mundo

Fundada em 2010, por Lei Jun – um empreendedor bem-sucedido e fundador de empresas como a Kingsoft – a Xiaomi teve início com a ROM MIUI, interface de usuário desenvolvida na plataforma Android, do Google. Isso tornou a MIUI mais flexível para customizações e funções diferenciadas. Atualmente, na versão 6, a MIUI roda nos aparelhos Mi da Xiaomi, ou em Android, suportando inúmeros aplicativos e jogos.

“Há 10 anos eu já havia concluído que o futuro estava na internet através dos aparelhos móveis. Como primeira atividade comecei a atuar como investidor-anjo de uma série de empresas focadas em Internet Móvel”, comenta Lei Jun, fundador e CEO da empresa. “Depois de investir em algumas empresas fui ficando cada vez mais apaixonado pelos smartphones. Daí para montar a empresa foi um passo rumo à concretização de um sonho que tinha que ser global”, finaliza Jun, acrescentando que o hardware é o ponto central da estratégia da empresa que atualmente investe firme em plataformas de acesso à informação e comunicação como smartphones, SmartTvs e Routers Inteligentes entre outros, bem como no apoio aos parceiros de desenvolvimento de outros aparelhos que ajudam a compor o ecosistema Xiaomi.

A Xiaomi comercializa hoje a linha de smartphones Mi Note, Mi4, Mi4i, Redmi Note 4G e Redmi2. O tablet MiPad, a smartTV MiTV, a smartband Mi Band, as baterias Mi Power Bank, e acessórios que estão disponíveis na China, Taiwan, em Hong Kong, na Malásia, em Cingapura, na Filipinas, na Indonésia e na Índia. Também vende acessórios na Inglaterra, na Alemanha, França e nos EUA.