Caxias diz que no final de 1983, João de Oliveira Franco queria levá-lo para o Atlético. ‘O João me orientou a comprar o meu passe, em parte com um dinheiro que ele emprestou para eu pagar depois, e em parte com o que o Colorado me devia’, conta. ‘Eu fiquei com o meu passe. Estava certo que ia jogar no Atlético em 1984. Mas na virada do ano, o Oliveira Franco me ligou de Miami dizendo que um pessoal do Atlético derrubou a contratação. Disseram que eu podia ir para qualquer lugar, menos para o Atlético’, diz Caxias.

Frustrado, ele estava dando uma volta na Rua XV, quando encontrou o ex-jogador Lua, que foi zagueiro do Inter e pai dos então jogadores Tato e Paulo Roberto. ‘Ele disse que era para eu não esquentar a cabeça, que o Fluminense e o Botafogo precisavam de zagueiro’, diz. ‘Eu paguei a passagem de avião e fomos para o Rio. Primeiro, no Botafogo. Lua disse que o Fluminense estava dando toco, que era melhor o Botafogo’, relembra. ‘Eu até que me animei, por que o treinador do Botafogo era o Didi e seu auxiliar técnico era o Nilton Santos. Até hoje eu penso: caramba, o Didi foi meu treinador! Mas foi uma experiência brava, não por causa do Didi’.

O problema é que no Botafogo Caxias não viu a cor do dinheiro. ‘Eu não sei o que o Lua fez, se ele recebeu grana ou não. Mas ele acertou a minha venda para o Botafogo, porém joguei, treinei, mas não recebi. Dinheiro que era bom eu não vi. Nem o do passe nem dos salários. Eu pagava o aluguel, ia treinar com meu carro, pagava a gasolina. Em agosto de 1984 retornei para Curitiba’, afirma.

Do final daquele, até maio de 1985, Caxias jogou no Coritiba, onde foi campeão brasileiro, mesmo sem já não estar no elenco alviverde. ‘Fizeram um contrato até o final de maio, mas o campeonato durou um pouco mais e fiquei de fora das últimas três partidas, porque estava sem contrato. Não quiseram me dar faixa de campeão. Foi um sufoco para eu pegar esta faixa que tenho em casa. Ganhei no vestiário. O pessoal dizia: vai embora da festa, que você é do Colorado. O Evangelino fez a maior onda’, relembra. Caxias ainda jogou o restante de 1985 no Pinheiros e no Colorado, em 1986 e 1987. Inesperadamente, encerrou a carreira em 1988.