O fim de um casamento traz sempre uma sensação de derrota. Por mais que o casal tenha consciência de que já não é mais feliz junto, fazer as malas para ir embora ou ver o outro partir é a destruição de uma série de sonhos. A separação marca o fim de jantares em família, programas de fim de semana e reunião de amigos em comum. A partir desta decisão você é obrigada a admitir que vocês não viveram felizes para sempre e isso dói muito.

Mas esta dor de luto pode trazer conseqüências graves não só para o lado emocional, mas também para a saúde física das mulheres. Uma pesquisa publicada recentemente mostrou que o divórcio afeta literalmente o coração delas e aumenta as chances de complicações cardíacas. Além disso, a separação pode desencadear depressão e crises de ansiedade.

Evitar esses sintomas não é fácil, mas é possível. O primeiro passo para não ficar refém de seus próprios sentimentos é tentar identificar o que pode melhorar neste momento, e rápido, a sua auto-estima.

Lembre-se que a raiva pode até aumentar sua energia no trabalho, mas ao longo do tempo ela traz amargura e muito ressentimento. Por isso, o negócio é virar o jogo para o lado do bem e cultivar pensamentos positivos. Veja algumas atitudes que podem ajudar:

– tente ir se desligando do passado. Pelo menos no início, desvie seus pensamentos dos momentos em que vocês passaram juntos. Lembrou? Ok, agora mude de foco.

– planeje sua carreira. Sabe aquele curso que você queria fazer e aquele livro que queria ler, será que não está na hora de colocar esta vontade em prática?

– preste atenção como você está tratando as pessoas. Por mais que seja difícil, evite ficar de mau-humor o tempo todo, especialmente quando está com sua família

– tenha certeza de que tudo passa. Sim, é verdade. Acredite, esta dor imensa vai te deixar um dia. Para agilizar este processo tenha isso em mente.