Ah, as cinturinhas de vespa, fininhas, fininhas que as moçoilas dos anos 50 costumavam exibir, e ostentar, marcando-as com pequenos e delicados cintinhos coloridos…

Devia ser lindo de ver, a feminilidade exacerbada.

Só que as mudanças e modernizações do guarda-roupa feminino a partir dos anos 60 foram masculinizando e tornando mais dura a silhueta da mulher e deixaram como triste marca a falta de marcação da cintura. Pior. Certos modismos causaram deformidades! Como a calça de cintura baixa, que criou um vinco profundo entre o quadril e a cintura de muitas adolescentes.

Pois é. Para nossa sorte, o mundo da moda vive se recriando e eis que o cinto é mais uma vez alçado ao posto de acessório da vez. Item indispensável.

Ainda bem.

Modo de usar

A consultora de imagem Sylvia Cesário Pereira, lembra que os cintos são capazes de alongar o tronco ou encurtar as pernas. Tudo depende da posição em que se aperta o acessório.

Assim, se você usar o cinto em cima do quadril, ele vai alongar o seu tronco. Ao contrário, se você deixá-lo bem certinho sobre a sua cintura, ela vai alongar as suas pernas. Se levantar ainda mais, criando uma cintura império, suas pernocas parecerão infinitas!

“Mas é bom ter cuidado na hora de escolher a cor do cinto”, alerta Sylvia. “Cores em contraste com a roupa, cortam a silhueta, dividem o corpo. Ou seja, diminuem. Cores claras chamam muita atenção para a região onde está o cinto e por isso acabam dando a impressão de aumentar a cintura, ou quadril. Já as cores escuras, ao contrário, diminuem o quadril e a cintura”.

A largura do cinto também é um aspecto importante. Os modelos fininhos ficam mais proporcionais em silhuetas mais esguias. Cintos médios ficam bem em praticamente todo mundo. E cintos largos ficam melhores em silhuetas médias e grandes. “Por uma questão de proporção”, justifica Sylvia.

É bom saber!

– cintos finos são mais românticos;

– cintos brancos só ficam bem nas magrinhas;

– o cinto chamará toda a atenção para a região sobre a qual se ‘prende’. Por isso, pense bem antes de deixá-lo sobre os quadris;

– cintos em tons de caramelo escuro são considerados neutros.