Pra quem quer cuidar da saúde e ficar em forma, mas tem pouco tempo para se dedicar às atividades físicas, as academias que oferecem resultados em apenas 30 minutos de exercícios surgem como uma opção que oferece praticidade na correria do dia a dia. Além de facilitar a rotina diária, ocupando menos tempo na agenda, esse tipo de academia também está passando a ser mais procurada pelas mulheres porque nesses locais elas se sentem mais à vontade, em um ambiente exclusivamente feminino.

A professora Luciana Santos, da academia Curves, uma das que oferecem esses circuitos de 30 minutos, explica que os aparelhos usados são hidráulicos, e vão ficando “pesados” conforme a aluna vai acelerando. “O aparelho apresenta resistência, mas não é colocada carga. Ele trabalha com a força dela conforme ela vai acelerando, e é monitorada a frequência cardíaca o tempo todo”, afirma. Os aparelhos são alternados pelas plataformas, “onde ela recupera o grupo muscular que trabalhou no aparelho anterior”.

A frequência cardíaca alvo varia conforme o objetivo da pessoa (emagrecimento, fortalecimento muscular, entre outros) e é diferente ainda caso a aluna pertença ao grupo especial, formado por gestantes, pessoas com mais de 60 anos, pacientes com hipertensão arterial, cardiopatas ou que tenham outros problemas de saúde. “Com base nisso, a gente acelera mais a aluna ou não”, ressalta Luciana. A aferição da frequência cardíaca é feita a cada oito minutos de exercícios.

Um dos diferenciais da academia, segundo a professora, é o acompanhamento 100% do tempo. “É uma aula personalizada. A professora não sai do circuito e fica olhando de longe; ela fica o tempo todo com as alunas”, comenta. Com isso, o número de lesões também é reduzido. “É muito difícil acontecer lesões porque o circuito não tem impacto”. Para garantir essa proximidade, o número máximo por circuito na academia onde Luciana dá aula é de 18 alunas. “Mas é muito difícil todos os 18 equipamentos estarem ocupados e a pessoa ter que ficar esperando”, destaca.

O alongamento após os exercícios também é fundamental e é incentivado ainda mais nessa modalidade de exercícios, pois o acompanhamento da professora acontece até o momento final da aula. “Na academia tradicional, às vezes o professor nem olha depois que a pessoa termina. Aqui, ela tem que alongar, porque a gente já avisa que 19% dos resultados do circuito estão no alongamento”, diz Luciana.

Em cada circuito, é possível perder em torno de 500 calorias, segundo Luciana. Para melhores resultados, a academia orienta que os exercícios sejam feitos ao menos três vezes por semana. Os resultados já podem ser vistos a partir do primeiro mês e podem ser de emagrecimento, ganho de força, estabilidade da pressão arterial, entre outros. “Tem resultado todo mês, mesmo que pequeno, porque se não der resultado, a aluna não volta”, destaca a professora. Todo mês, é feita uma blitz para avaliação física. “Lá, tem uma profissional que vai avaliar como ela está, se atingiu o objetivo, e isso é passado para as professoras”, explica.

Não adianta fazer corpo mole

Em dois anos, desde que entrou na academia Curves, Aline Lorenci de Souza, de 28 anos, já emagreceu 20 quilos. Ela conta que já tinha feito academia tradicional, mas decidiu trocar para otimizar o tempo e porque “em outras, parece que tem uma competição de quem é mais bonita, mais magra”. Além disso, ela conta que foi conquistada pelas professoras. “Eu só fiquei por causa delas, elas ficam o tempo inteiro em cima da gente”, revela.

Aline diz que, de segunda a sexta-feira, faz esforço para não faltar aos circuitos e que, para ter bons resultados, é preciso ter foco. “Tem que fazer com uma intenção, não adianta fazer corpo mole. É fácil perder o foco porque tem muita gente, a&i,acute; você acaba dando risada e fazendo mais fraquinho, e não tem resultado”, afirma.

O presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização do Conselho Regional de Educação Física do Paraná, Rafael Strugale, confirma que é possível obter resultados nas academias de 30 minutos. Ele afirma ainda que este é o tempo indicado de exercícios físicos por dia para ter uma boa saúde.

Strugale destaca ainda que, na hora de escolher uma academia, é preciso atentar para alguns fatores: o local precisa ser credenciado no Conselho Regional de Educação Física, ter boas condições de higiene, equipamentos de qualidade, e é necessário ter um profissional de educação de física para o acompanhamento dos alunos. A escolha incorreta da academia pode gerar riscos de lesões musculares e articulares sérias.