Toda mulher quer alcançar o sucesso na carreira. Mas, para chegar ao status profissional desejado e, por consequência, ao reconhecimento financeiro que gostaria, é preciso incorporar pequenas atitudes no dia a dia que podem fazer uma enorme diferença durante nessa trajetória profissional. Quem chega lá garante que não fez nada de mais. E aí surge a pergunta: qual é o segredo para o sucesso?

Depois de constatar que uma pequena parte das equipes das empresas era responsável pela grande fatia do resultado de uma empresa, o consultor Cláudio Diogo, autor do livro V.E.N.D.E.R Mais e Melhor, realizou uma pesquisa com 200 profissionais bem sucedidos em todo o Brasil. Junto com a experiência de treinamentos de equipes e palestras sobre o tema, chegou à conclusão de que há semelhanças entre aqueles que alcançam o sucesso profissional, independentemente da área onde atuam.

“Quando a gente perguntava sobre qual era o segredo do sucesso, os profissionais que responderam à pesquisa sempre falavam a mesma coisa. Para eles, é algo natural”, comenta. Cláudio ministra uma palestra com o tema O Segredo do Sucesso, nesta quarta-feira, no evento Bom Dia RH, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos no Paraná (ABRH-PR).

Entre as similaridades entre os profissionais de sucesso, estava o conceito de que dinheiro não era a prioridade, e sim consequência do trabalho. A pessoa também conhece profundamente o produto que está vendendo ou o negócio em que atua. A partir disto, ele pode oferecer a solução que o cliente precisa. “O profissional de sucesso sabe como pode agradar as pessoas. Quando uma pessoa se encanta por algo, ela não vê preço. Preço não é determinante para o sucesso na venda. Se preço mais baixo fosse o mais importante, o sabão em pó mais vendido seria o mais barato, mas não é o que acontece”, explica Cláudio Diogo.

Quando se tem o próprio negócio ou existe a possibilidade de abertura de um, quem está à frente deve se perguntar para quem, por que, quando e como vai atuar neste mercado. “Existe uma máxima que diz que não faça nada ao acaso; faça tudo de propósito”, ensina Cláudio. De acordo com ele, as três maneiras de vender são: ser o mais barato, o único ou o melhor. “Ser o mais barato eu não recomendo”, salienta.

A mesma comparação deve ser aplicada para quem está dentro de uma empresa corporativa. “Nós somos um produto. Ou você é o mais barato, o que significa que não será valorizado. Ou você é o único, o que se torna perigoso. Ou você é o melhor. Os melhores normalmente são os primeiros a chegar e os últimos a sair”, comenta Cláudio.

Passos para conquistar o que quer

Para Nancy Malschitzky, coordenadora do programa de gestão de carreiras do MBA Executivo da FAE, um dos segredos para ter sucesso na profissão é fazer uma boa capacitação e conhecer bem o mercado no qual vai atuar. Depois de entrar em alguma empresa, o profissional precisa ter consciência de que passará uma série de obstáculos e que necessita enfrentá-los, e não apenas desviar dos mesmos.

“Muitas vezes, a pessoa precisa se submeter à estrutura da organização. Lógico que a pessoa não vai ficar se fere os seus princípios. Quando a pessoa está no processo de formação, se sente mais protegido. Quando se forma, apesar do estágio, a pessoa se sente perdida quando entra no mercado. Quando se depara com situações que precisa resolver, não tem noção. Fica inseguro e decide cair fora”, comenta Nancy.

Além de se preparar bem, o profissional deve identificar e reconhecer as suas dificuldades. Mas também precisa tomar atitudes para melhorar e desenvolver a própria carreira. Somente depo,is de construir uma base pode galgar novas oportunidades. “A empresa espera um preparo de quem quer ter mobilidade na carreira. A busca pelo desenvolvimento deve ser constante”, salienta Nancy. Ela ressalta que é muito importante também saber como se relacionar no ambiente de trabalho; levar em consideração a opiniões de chefes e colegas; trabalhar em equipe; e como se expressar verbalmente.