Um olhar marcante – com cílios longos e volumosos – é um desejo de boa parte das mulheres. Mas nem sempre se consegue o resultado desejado apenas com a maquiagem. Até por uma questão de praticidade, outras técnicas são procuradas para obter este efeito. O alongamento e o permanente de cílios são opções para quem deseja uma mudança no visual por um período maior de tempo. A escolha do método ideal para os seus cílios depende do efeito desejado e a durabilidade pode chegar a dois meses. Mas os oftalmologistas alertam: os cílios têm a função de proteger os olhos e, por isso, é preciso ter cautela na escolha dos profissionais para fazer esses procedimentos.

A esteticista Kathya de Paula Marinho, do Expert Beauty Center, explica que o alongamento de cílios é ideal para quem quer deixá-los mais compridos. “Tem como deixar um pouco mais longo e curvado ou bem longo. E fica super natural, não fica como o cílio postiço, que é mais grotesco”, afirma. O procedimento leva em torno de uma hora para ficar pronto. Kathya explica que o alongamento é feito com um fio sintético, muito parecido com o natural. “É feito fio por fio, colado diretamente nos cílios, não nas pálpebras”, diz. A duração do alongamento é de aproximadamente 60 dias. “Antes disso, se cair algum fio, dá para fazer o retoque”, afirma.

O alongamento, segundo Kathya, não dói para fazer, mas pode causar uma ardência depois. “Isso pode acontecer por causa da cola usada, mas em cinco minutos já passa”. Os produtos utilizados devem ser aqueles que já tinham sido aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Mesmo assim, a esteticista ressalta que as pessoas que possuem algum tipo de alergia devem fazer um teste antes, para ter certeza de que não haverá reação. Para garantir uma boa duração do alongamento, Kathya ainda dá algumas dicas: não usar demaquilantes e produtos oleosos no rosto, não esfregar na hora do banho, não usar rímel preto, somente incolor (pois não é possível retirar com demaquilante depois). O custo para fazer um alongamento de cílios é de R$100.

Já o permanente de cílios, segundo a maquiadora Karina Bastos, é indicado para quem tem cílios de tamanho médio a longo. “Isso porque o permanente tende a encurtar o pelo por causa da curva”, afirma. Ela explica que o procedimento é feito com uma espécie de bob pequeno fixado na pálpebra, e é usada uma cola para modelar os cílios no bob. “Depois disso, é aplicado um líquido de permanente que amolece as fibras do pelo e, por último, outro líquido que neutraliza o efeito do primeiro e mantém uma forma mais curvada”.

Karina conta que, junto com o permanente, costuma fazer a tintura dos cílios. “Mesmo para quem já tem cílios escuros, o permanente acaba clareando um pouco a ponta dos fios”, destaca. O procedimento de tintura e pintura tem duração aproximada de uma hora e 15 minutos. O permanente dura em média 60 dias e é preciso esperar três meses para refazer o método. “Não pode fazer um permanente em cima do outro. É preciso dar o tempo para os cílios se renovarem”, ressalta Karina. Para fazer o permanente com tintura, o preço é de R$90. A psicóloga Gabriela Tadano conta que ficou satisfeita com o resultado do permanente – ela já fez três vezes. “Eu amei porque meus cílios são muito curtos e nem com curvex fica legal”, revela.

Cuidados pra não ferir os olhos

Os cílios têm a função de proteger os olhos dos raios solares e de corpos estranhos como poeira, areia e outras partículas que possam causar irritação, afirma a oftalmologista do Hospital de Olhos do Paraná e especialista em pálpebras, Manuela Fiorese Benites Gomes. Por isso, é preciso escolher um bom profissional para fazer qualquer proced,imento que possa afetar os cílios. “Como os procedimentos envolvem produtos químicos, se forem feitos por profissionais mal preparados podem entrar nos olhos”, comenta a médica. Ela lembra ainda que na base dos cílios ficam glândulas que produzem os estímulos lacrimais (lágrimas), que também podem ser afetadas.

Manuela já atendeu pacientes que tiveram problemas por causa desses procedimentos. “O mais comum é a cola entrar no olho e formar uma ceratite, que é uma inflamação na córnea”, diz. Isso acontece porque a agressão do produto químico causa uma raspagem da córnea. “É facilmente reversível, mas costuma doer muito”, destaca.

Segundo a oftalmologista, o normal após fazer um permanente ou um alongamento de cílios é não sentir nada. “No máximo, você sente uma sensação de olho ressacado, mas já é uma agressão. Qualquer ardência, queimação, olho vermelho, embaçamento súbito, a pessoa não deve esperar em casa. É preciso procurar um oftalmologista porque pode ser uma agressão bem grande”, reforça. No momento da aplicação, se alguma substância entrar no olho, Manuela orienta que seja feita uma lavagem somente com água e, em seguida, seja procurado o médico.