Ter um cabelo longo, brilhante e sedoso é o sonho de muitas mulheres. Mas nem todas são bem sucedidas nesta tarefa nada fácil de deixar o cabelo crescer e, ainda assim, manter a saúde dos fios. Para alcançar este objetivo, é preciso contar com uma combinação de cuidados e com um bom arsenal de produtos, para que os tratamentos feitos pelos profissionais nos salões de beleza tenham efeito prolongado.

O cabeleireiro do Salão Lady & Lord Leandro Kaê conta que para atingir o comprimento desejado, é necessário cuidar do cabelo ao longo dos anos, pois mesmo crescendo cerca de um centímetro por mês, nem todos os fios têm força para manter o comprimento. “Os grandes inimigos do crescimento são as químicas, o uso excessivo de chapinha e secador, a queda e a falta de corte das pontas duplas. Com estas agressões, os fios quebram e dão a impressão de que crescem pouco ou muito devagar”.

Para ajudar os cabelos a terem força para atingir o tamanho desejado, o cabeleireiro recomenda cortar as pontas a cada dois meses para que os fios cresçam, mantendo a espessura e evitando as quebras. Além disso, Kaê lembra que os tratamentos realizados devem estar de acordo com o tipo de fio que cada mulher tem, incluindo reposição de queratina e hidratação quando necessário.

Para ele, um cabelo saudável é o resultado de um conjunto de cuidados. “Entre eles, não exagerar nas químicas e saber quais produtos são utilizados, fazer hidratação com frequência, não deixar produtos no cabelo (exceto os sem enxágue), não dormir com os cabelos molhados, evitar prender os fios e verificar se a queda ou quebra podem ser influenciadas por fatores internos, como uso de medicamentos, consequência de doenças ou de herança genética”.

Dona de um cabelo muito elogiado, a corretora de imóveis Josiane Schade, de 30 anos, afirma que segue exatamente o que o cabeleireiro recomenda. Assim, ela consegue manter os fios bem compridos mesmo com o uso de química para clarear os cabelos. “Faço mechas a cada dois meses e, no intervalo entre as químicas, me preocupo em fazer a manutenção adequada, para manter a hidratação. Além disto, não uso chapinha e cuido com a temperatura do secador”, conta.

De dentro pra fora

Quando os cuidados no salão de beleza não apresentam bons resultados, o problema também pode estar ligado a fatores genéticos ou à má alimentação. Neste caso, é preciso recorrer a um médico para verificar o que pode ser feito. De acordo com a médica dermatologista Christiane Graf Guimarães, a alimentação é o segredo de um cabelo bonito. “O cabelo é muito sensível à falta de nutrientes. Se a pessoa tem alguma carência de vitaminas, os fios enfraquecem, podendo quebrar e cair. Neste caso, a solução é incluir frutas, legumes, laticínios, cerais e proteínas nas refeições e também procurar um médico para tratar os fios ou couro cabeludo fragilizados”.

A dermatologista também alerta que outros problemas podem interferir no crescimento dos fios. São eles: os problemas gástricos e de intestino, estresse, alterações na tireoide, diabetes, algumas cirurgias (incluindo a bariátrica) e as dietas restritivas como a da proteína.

Outra preocupação dos médicos é em relação às fórmulas milagrosas divulgadas na internet, que prometem um rápido crescimento dos fios. “Utilizar produtos de uso veterinário nos cabelos não é recomendado, pois não há estudos que comprovem a segurança ou a eficácia destes produtos em humanos. Já os medicamentos e suplementos alimentares de uso oral podem funcionar, mas devem ser indicados e prescrito,s por um médico”.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook