O sonho de conquistar o espaço parece cada vez mais próximo no aeroporto Cecil Field, na cidade de Jacksonville, nos Estados Unidos. A aeroporto do estado da Flórida recebeu no dia 11 de janeiro uma licença do governo federal para ser utilizado como espaçoporto, que poderá receber vôos espaciais comerciais destinados ao turismo e pesquisas. O plano para a criação do espaçoporto já está sendo feito há quatro anos, e permite que a pista de pouso do aeroporto de Jacksonville receba vôos espaciais.

A pista tem 3.810 metros de comprimento por 61 metros de largura, e é uma das maiores da Flórida. O local será utilizado para diversos vôos espaciais, incluindo os da nave Virgin Galactic, criada para fazer vôos para pessoas comuns ao espaço. Ok, pessoas comuns dispostas a pagar 200 mil dólares (cerca de 340 mil reais) para ver a Terra do espaço. A nave está sendo construída em uma base no estado do Novo México, nos EUA. De acordo com Todd Lindner, do aeroporto de Jacksonville, a diferença entre as duas bases é que o novo espaçoporto já tem as instalações prontas.

O aeroporto Cecil Field será o oitavo espaçoporto dos Estados Unidos, e o primeiro na Flórida a permitir que os vôos espaciais decolem e pousem horizontalmente, como aviões comuns. “Até agora, as pessoas acham que lançamentos espaciais são feitos verticalmente, porque crescemos assistindo a lançamentos de foguetes deste modo”, brinca Lindner.

Fonte: Aeroporto adquire licença para virar espaçoporto.