Um comunicado do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) publicado no Diário Oficial da União do dia 1 de junho marcou para os dias 19, 20 e 21 deste mês a realização de audiências públicas para apresentação e discussão do Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) da usina nuclear de Angra III. A Eletronuclear vai participar das audiências.

A realização desses estudos é condição necessária para que o projeto seja iniciado, caso seja confirmada a construção da usina pelo governo federal. As audiências acontecerão nos municípios de Parati, Rio Claro e em Angra dos Reis, onde já funcionam as usinas de Angra I e II.

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) estima que Angra III custaria R$ 7 bilhões. O custo de manutenção dos equipamentos de Angra III, já comprados pelo governo federal nos anos 80 por U$ 750 milhões e atualmente armazenados na Central Nuclear de Angra, é de US$ 20 milhões anuais.