Estudos confirmam o que os homens vêm dizendo ao longo da existência da humanidade: mulheres são difíceis de entender.

Pesquisadores da Universidade de Indiana mostraram a voluntários vídeos de 24 encontros rápidos entre homens e mulheres. Depois, foram feitas apenas duas perguntas aos participantes: “você acha que o homem estava interessado na garota? E vice-versa?”. Essas respostas foram, então, comparadas com os depoimentos das pessoas dos vídeos.

Os resultados mostraram que, tanto homens e mulheres, são capazes de indicar o interesse de um rapaz por uma moça. No entanto, quando chega a hora de saber se ela está interessada é mais difícil ter certeza (nem mesmo as próprias mulheres identificam com facilidade se a sua “colega” está gostando do encontro).

Mas, de acordo com Skyler Place, que coordenou o estudo, as mulheres estão certas em esconderem o jogo, pelo menos do ponto de vista biológico. Se elas são mais misteriosas, os homens que elas consideram compatíveis passam mais tempo tentando decifra-la, oferecendo atenção. E elas têm mais tempo para analisá-lo e verem se, realmente, estão diante de um par compatível.

Outra descoberta de Place é que o interesse ou desinteresse das pessoas nos vídeos ficava mais evidente no fim dos encontros, depois de um tempo de conversa, no qual se conheceram melhor.

Alguns ainda se perguntam se não é melhor para as mulheres serem honestas, abrirem o jogo e mostrarem quem realmente são, sem rodeios. De acordo com os estudos, a dificuldade de entender uma mulher é apenas uma vantagem evolutiva que elas apresentam. É melhor, para as próprias meninas, não serem compreendidas.