As pessoas têm a tendência de fazer amizade com gente parecida fisicamente, mas ocorre o oposto quando se trata de procurar o par ideal, indicou uma pesquisa científica publicada na Grã-Bretanha. O estudo, realizado por especialistas da Universidade do Canadá e que foi publicado no Journal of the Royal Society, indicou que as pessoas que se assemelham fisicamente, principalmente por seu rosto, costumam se sentir atraídas para fazer amizades porque se sentem seguras. A psicóloga Lisa de Bruine, acadêmica da Universidade McMaster do Canadá, que participou da pesquisa, afirmou que as semelhanças de rosto das pessoas “ajuda a fazer amizades duradouras”. “Evoluímos como espécie para tender a preferir a companhia de gente que se parece conosco fisicamente e que assemelham ser de nossa própria família, apesar de existir o bloqueio biológico para prevenir o incesto”, afirmou a pesquisadora. A pesquisa trabalhou com mulheres e homens voluntários de vários países, aos quais se mostraram imagens manipuladas por computador de pessoas parecidas fisicamente e que poderiam ser de sua família.