A entidade britânica World Cancer Research Fund (WCRF), que realiza pesquisas para prevenir o câncer em todo o mundo, descobriu que pequenas mudanças diárias podem proteger milhares de mulheres de desenvolver câncer de mama.

A pesquisa observou os resultados de mais de 900 estudos científicos e concluiu que beber menos álcool, fazer mais exercícios e ter um peso saudável são um grande passo para evitar a doença. Os pesquisadores também observaram a importância do aleitamento materno por ao menos seis meses para diminuir os riscos do câncer, que atinge 45 mil mulheres só na Inglaterra todos os anos.

O médico Martin Wiseman, da WCRF, afirma que o estudo é a visão mais clara sobre como o estilo de vida afeta o risco de desenvolver a doença. “Agora temos certeza de que, ao limitar a bebida, mantendo um peso saudável e sendo fisicamente ativa, a mulher pode diminuir muito o perigo de ter o câncer”, diz, e completa: “Estimamos que 40% dos casos de câncer de mama no Reino Unido poderiam ser prevenidos apenas com essas mudanças”.

Outra dica para se proteger da doença é fazer exercícios físicos diariamente por ao menos 30 minutos. Se for consumir álcool, o máximo é de uma dose diária. “Embora ainda não seja possível prevenir o câncer de mama, é importante que as mulheres saibam o que elas podem fazer para reduzir as suas chances de desenvolver a doença”, afirma Sarah Cant, do Centro Breakthrough Breast Cancer.

Alison Ross, pesquisadora de câncer no Reino Unido, reafirma que o estilo de vida saudável não garante que a mulher não terá câncer de mama, mas reduz os riscos. “Se as mulheres fizerem os exames necessários e ficarem de olho nos sintomas do câncer de mama, elas podem descobrir a doença em seu estágio inicial, quando o tratamento tem maior sucesso”, diz.