Os únicos pesquisadores que mostraram publicamente que foram capazes de produzir um embrião humano a partir de clonagem disseram na última terça-feira que repetiram o experimento com sucesso, produzindo um embrião até o estágio de 16 células. Os cientistas da Advanced Cell Technology, em Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts, também repetiram a criação de embriões humanos a partir de um processo chamado partenogênese – em que se usa apenas um óvulo e nenhum espermatozóide, nem se aplica a transferência nuclear, que caracteriza a técnica mais usada de clonagem. A empresa explica que os experimentos não são um avanço em si, mas um progresso natural em seus esforços para a criação de células-tronco embrionárias humanas, para uso em tratamentos médicos.