Na década de 1980, o pesquisador George Haas descobriu, em Israel, o primeiro registro no mundo do que poderia ter sido uma cobra com pés de lagarto. A descoberta colocou em debate uma questão antiga sobre a origem das cobras, e sugeriu que elas poderiam ter alguma relação com o grupo dos lagartos.

"Lagartos e cobras fazem parte do grupo dos Squamata. A diferença é saber qual grupo dentro dos Squamata está mais próximo das cobras. Revelado isso, teremos a ferramenta para descobrir a origem das cobras", disse Hussam Zaher, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, na abertura do 2.º Congresso Latino-Americano de Paleontologia de Vertebrados, na última quarta-feira, no Rio de Janeiro. Na época da descoberta, o próprio Haas achou que estava diante de um lagarto. Em 1997, o paleontólogo Michael Caldwell, da Universidade de Alberta, no Canadá, afirmou se tratar de uma cobra o que, para ele, explicaria a origem marinha das serpentes.