As escolas estaduais do Paraná vão receber mais 1.620 computadores. Os equipamentos serão distribuídos através do Programa Nacional da Informática na Educação (Proinfo), do Ministério da Educação, e do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Médio (Proem), uma parceria do Governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Os 1.200 computadores do Proinfo vão equipar 130 laboratórios de informática construídos pelo Governo Estadual na escolas da rede pública de ensino. A Fundepar está liberando recursos para obras de reforma e adaptação dos ambientes. Até o momento, já foram adaptados 57 laboratórios.

Os 420 computadores do Proem já começaram a ser distribuídos. Eles estão sendo encaminhados para 223 escolas estaduais, inclusive para as 31 novas unidades, que iniciaram as atividades neste ano. Os investimentos no programa alcançam R$ 344 mil até o momento.

“O Paraná conta hoje com cerca de 12 mil computadores instalados nas escolas da rede estadual de educação básica, somados os equipamentos do Proinfo e do Proem. Nosso Estado é um dos poucos no Brasil a contar com uma infra-estrutura como esta”, ressalta o coordenador do Proinfo no Paraná, Fernando Bortolozzi.

Novas tecnologias ? Lançado pelo Ministério da Educação em 1997, o Proinfo é um programa que visa introduzir novas tecnologias de informação e comunicação em escolas públicas como apoio ao ensino. Além de distribuir computadores, o programa também oferece uma verba para a capacitação dos professores. O Paraná já recebeu 1.500 computadores, que equiparam 137 laboratórios.

Atualmente está sendo executada a segunda etapa do Proinfo, iniciada no mês de abril. No Paraná, R$ 3 milhões serão aplicados na compra de computadores e mais R$ 1 milhão para a capacitação de professores, que começa neste domingo (26).

Cerca de 300 professores de todo o país que atuam como multiplicadores do Programa Nacional da Informática na Educação ? Proinfo, participam do treinamento, que será realizado no Centro de Excelência em Tecnologia Educacional do Paraná ? Cetepar, em Curitiba.

O objetivo é capacitar os docentes para que eles possam atuar como orientadores em cursos de especialização e de gestão para novas tecnologias, realizados pelo Proinfo em convênio com as Universidades Federais do Espírito Santo e Goiás. Além disso, os participantes serão qualificados para usar a tecnologia de educação a distância em cursos de capacitação dos demais professores que atuam nas escolas públicas.
O seminário se estenderá até o dia 1o de junho. As oficinas de trabalho serão comandadas por técnicos do MEC. A capacitação no Proinfo é realizada através da formação de professores multiplicadores que, depois, são responsáveis pelo aprimoramento profissional dos demais docentes que atuam nas escolas. Este trabalho é feito nas bases tecnológicas do Proinfo nos Estados, os Núcleos de Tecnologia Educacional (NTE), que são estruturas descentralizadas de apoio ao processo de informatização das escolas.

No Brasil, existem atualmente 258 NTE, dos quais 14 em funcionamento no Paraná. Pelos núcleos paranaenses já foram capacitados cerca de 10 mil profissionais, orientados por 60 professores multiplicadores. “Até o final do ano queremos chegar a 80 professores multiplicadores em nosso Estado”, informa Bortolozzi.

O aprimoramento em informática pedagógica também foi realizado no Estado através de cursos promovidos no Centro de Capacitação de Faxinal do Céu e pela TV Escola, atingindo outros 25 mil profissionais que trabalham nas escolas estaduais paranaenses.