O relatório da Unctad concluiu ainda que 95% do comércio eletrônico em 2002 ocorreu nos países mais ricos. Juntas, América Latina e África fizeram menos de 1% de todas as transações pela rede mundial. Mais de 50% do comércio eletrônico na América Latina ocorreu no Brasil. A má notícia para o Brasil ficou no número de invasões a sistemas de computadores. O País ficou em segundo na lista da Unctad, com 7.294 ataques, atrás apenas dos Estados Unidos, que somaram 32.434 casos. A agência ligada à Organização das Nações Unidas também estimou o número de sites ativos ao final de 2002: 16,6 milhões.