Poucos sabem, mas os populares instant messengers (IM) – ou programas de mensagens instantâneas – como o Live Messenger (antigo MSN) e ICQ, podem ser acessados a partir de qualquer lugar que possua cobertura de telefonia móvel. Os serviços já são oferecidos pelas operadoras há algum tempo e também estão disponíveis através de vários programas para celulares. O preço cobrado pelo seu uso pode variar bastante, mas há alguns bastante em conta.

"Percebemos um crescimento acelerado do uso de dados por parte dos clientes. A cada dia que passa mais e mais usuários descobrem as facilidades que o celular traz além da voz", diz o diretor regional TIM Sul, Guilherme Pimentel.

Como atualmente o serviço de IM mais usado no Brasil é o Live Messenger da Microsoft, este é também o que tem mais meios de acesso. A forma de uso mais tradicional não é via dados, mas sim por SMS (torpedos). A partir de um cadastro (no www.msn.com.br/artigos/torpedo), é possível ficar o tempo todo aparecendo como online no MSN dos amigos. O preço, porém, é salgado: o usuário paga R$ 0,31 (mais impostos) toda vez que manda mensagens. Todas as operadoras de celular com cobertura no Paraná têm convênio com a Microsoft para oferecer o serviço.

A professora Marta Rubert usava freqüentemente essa modalidade do serviço e chegou até a criar uma comunidade no Orkut sobre o assunto. Para ela, a grande vantagem é estar sempre online, podendo falar com quem está online mesmo quando não estava usando computador. Ela considera uma vantagem desse serviço o fato dele estar disponível em qualquer celular que comprasse, sem precisar de programas instalados no aparelho.

Outro meio é através dos menus do simcard (ou o chip) dos celulares. Operadoras como a Claro e a Brasil Telecom dispõem do recurso, cujo acesso é bastante intuitivo. Com um pouco de navegação – depende da operadora -, chega-se à tela para entrada de nome de usuário e senha. A interface, porém, é pouco amigável, toda em modo texto. Assim, nada de ícones indicando o status dos contatos, muito menos suas fotos. A cobrança, varia por operadora, mas normalmente equivale ao preço do envio de torpedos comuns.

O acesso começa a ficar mais interessante através de alguns sites desenvolvidos para celular. A interface, no caso, é amigável, semelhante à dos programas de IM para computador. Porém, o tráfego de dados é intenso, o que torna a navegação um tanto lenta. Outra desvantagem é a necessidade de se atualizar as páginas constantemente para verificar se há novas mensagens recebidas.

Mas o preço acaba não sendo tão alto, já que a cobrança é feita de acordo com o pacote de dados oferecido pela operadora. Assim, o usuário paga apenas pela quantidade de dados que envia ou recebe. Como as mensagens são apenas de texto, com menos de R$ 0,50 pode-se logar no serviço e trocar algumas mensagens com os contatos.

Mas a plataforma que tem tudo para se tornar a mais utilizado é através de programas feitos em Java, instalados nos próprios telefones celulares. A interface não é remota, como nos acessos via site, o que torna o uso mais ágil. E, assim como naquele acesso, os valores de um bate-papo inteiro podem sair por preços mais baixos, dependendo é claro, da quantidade de mensagens trocadas na conversa. Hoje, a maioria dos aparelhos aceita aplicativos Java.

Concorrentes do MSN

Um dos programas mais populares para acesso aos serviços de IM é o eMSN, que pode ser baixado direto no celular, no endereço http://wap.jmobi.com.br.

Outros são o Instango (www.instango.com ou http://get.instango.com direto no celular) ou o eBuddy (http://get.ebuddy.com). Este tem também uma versão online (http://m.ebuddy.com). Uma vantagem dos dois últimos é que o usuário pode acessar qualquer um dos serviços mais populares de IM, como o ICQ, o Yahoo! ou o Google Talk.

A própria Microsoft tem uma versão online do Live Messenger, no http://mobile.live.com.

Mas quem está melhor servido, no caso dos aplicativos, são os donos de smartphones. Os aparelhos com plataforma Windows Mobile, por exemplo, já vêm com uma versão móvel do Live Messenger instalada.

Já aparelhos com outras plataformas, como a Symbian, Blackberry ou Palm, possuem uma vasta gama de aplicativos do gênero.

A Vivo, por enquanto, é a única operadora que está oferecendo um programa oficial para acesso a um serviço de IM.

No caso, o Live Messenger da Microsoft. Mesmo assim, apenas alguns poucos aparelhos, todos da marca Motorola, são compatíveis.

No serviço, o usuário paga uma mensalidade de R$ 8,90 e pode acessar livremente.

Outra operadora que deve lançar aplicativo semelhante é a Claro. ?Estamos na fase final de desenvolvimento de um aplicativo em Java para acessar MSN?, informa Alexandre Olivari, gerente de Marketing da área de VAS (Serviço de Valor Agregado) da empresa. Ele acredita que a aplicação vai proporcionar um salto maior na utilização desse tipo de serviço.

A TIM e a Brasil Telecom não possuem programas oficiais.

Outros sites e programas podem ser encontrados com um pouco de navegação na internet. É necessário, no entanto, um certo cuidado na escolha. Uma solução é buscar ou serviços certificados. Omarson Costa, gerente de desenvolvimento de negócios para serviços móveis da Microsoft, diz que a empresa certifica e treina parceiros para desenvolver softwares relacionados a serviços móveis. (HM)

Como acessar

Antes de tudo, é necessário cadastro em algum serviço de Instant Messaging. Os mais populares são MSN, ICQ, Yahoo e Google Talk.

Depois do cadastro, é só escolher a forma de acesso:

1 >> Instalando um programa

Acessar o endereço http://get.ebuddy.com direto no celular. Após as instruções, o programa pode ser baixado. Para o Instango, primeiro é necessário um cadastro no site www.instango.com. Depois disso, acessar o endereço http://get.instango.com pelo celular, e baixar o programa. Para o eMSN, o procedimento é semelhante: primeiro fazer o cadastro no www.jmobi.com.br e depois baixar com o celular no wap.jmobi.com.br.

2 >> Via wap

Uma das opções é também o eBuddy. É só acessar http://m.ebuddy.com pelo celular e seguir as instruções. No http://mobile.live.com é possível acessar uma versão online oficial do Live Messenger.

3 >> Pelo menu do celular

Acessar o menu do aparelho. Na Brasil Telecom, fica no item ?Comunidades?; na Claro, fica no ?Menu Claro?. Em ambos, a próxima opção é a mesma: ?Messenger?. Depois é só procurar a opção ?Login?, escolher o serviço (Yahoo, MSN ou ICQ) e seguir as instruções. É preciso ter cuidado porque cada mensagem enviada tem um custo. Na Brasil Telecom, é de R$ 0,18 por evento (o cliente paga para logar, acessar os contatos e enviar mensagens). Na Claro, são R$ 0,36 (mais impostos) por mensagem enviada.

4 >> Pelo MSN (só vale para este serviço)

É só acessar http://www.msn.com.br/artigos/torpedo pelo computador, e fazer o cadastro. Depois de aceitos os termos, o usuário fica sempre com o status Online no MSN dos amigos, mesmo que desconecte do serviço no computador. O serviço é compatível com todas as operadoras de celular e custa R$ 0,31, mais impostos, por mensagem enviada.