Passada a euforia das finais do Campeonato Paranaense, Curitiba já começa a respirar outro esporte: o MMA. A bola e a rede serão substituídas por luvas e um octógono no próximo sábado, a partir das 19h15, na Arena da Baixada. O grito não será de gol, mas, certamente, apoio não faltará aos lutadores brasileiros no estádio do Atlético. Serão mais de 40 mil vozes presentes. Um verdadeiro caldeirão pra cima dos atletas gringos.

A espera foi grande. Há anos os fãs curitibanos clamavam por um evento de MMA de grande porte na cidade das artes marciais. Celeiro de grandes lutadores, Curitiba se limitava a receber eventos regionais em locais de estrutura pequena. Após inúmeras negociações, o UFC foi carimbado na Arena da Baixada.

Será a primeira vez que um estádio de futebol no Brasil abrigará o maior evento de MMA do mundo. A organização, liderada pelo presidente do Ultimate no País, Giovani Decker, deu um chute na crise nacional e finalizou os boatos de que seria praticamente impossível montar um card digno de um grande público.

O trabalho foi imenso. Curitiba não ficará marcada apenas pelo maior público em uma edição brasileira. A nossa terra também será lembrada por um dos melhores cards já montados da história do UFC. Disputa de cinturão, estreia de Cris Cyborg e lendas do esporte, como Anderson Silva, Maurício Shogun e Vitor Belfort reunidos em uma só noite. Um prato cheio para os fãs.

Atividades
Os eventos oficiais do UFC em Curitiba amanhã. A partir das 11h, as principais estrelas do card fazem o tradicional treino aberto, no estacionamento da Arena da Baixada. Cerca de duas mil pessoas poderão acompanhar a atividade. Participarão dos treinos abertos os lutadores Maurício Shogun, Vitor Belfort, Stipe Miocic, Cris Cyborg, Ronaldo Jacaré, Fabrício Werdum e Anderson Silva.

Na quinta-feira, o UFC realiza o “Media Day”, com uma série de entrevistas com os lutadores do evento. No dia seguinte, cerca de 16 mil pessoas poderão acompanhar a pesagem dos atletas, que acontece às 16h, na Arena da Baixada. Para isso, desde a manhã de ontem, o público tem trocado latas de leite em pó por ingressos nas bilheterias do estádio. A ação do UFC irá beneficiar mais de duas mil crianças junto ao Instituto Pró-Cidadania de Curitiba.