Em qualquer lugar de Bonito é possível dar de encontro com araras vermelhas e azuis. Entretanto, os animais vivem em grande quantidade no chamado Buraco das Araras, que pode ser visitado no retorno do passeio do rio da Prata. Trata-se de uma enorme cratera em arenito, onde as aves fazem ninhos ao longo das paredes. No interior do buraco, existe um lago habitado por jacarés da espécie papo amarelo. A forma como os animais chegaram ao local e se alimentam é considerada um mistério.

Projeto Jibóia

Cíntia Vegas

A maioria das pessoas não consegue suportar a visão de uma cobra e tem calafrios só de pensar em tocar no animal. No projeto Jiboia, os visitantes descobrem que os répteis não são gelados, não têm a pele gosmenta e muito menos são animais ameaçadores que passam a vida esperando que um ser humano cruze a sua frente para atacá-lo.

A sede do projeto fica a poucas quadras do centro de Bonito e abre suas portas todos os dias, às 19 horas. Chegando ao local, os turistas participam de um bate-papo informal e bastante esclarecedor com o idealizador da iniciativa, Henrique Nafaul. O objetivo é a desmistificação das serpentes não peçonhentas e a redução da matança indiscriminada dos animais na natureza.

Na entrada do projeto, o visitante recebe uma senha. No final do bate-papo, descobre que o número lhe dá direito a tirar uma foto com uma serpente em torno dos ombros. O animal disponibilizado é totalmente dócil e não apresenta riscos. O mais divertido é voltar para casa, mostrar a imagem para os amigos e familiares, ouvir as diversas exclamações de espanto e elogios à sua coragem.