Inaugurado durante a noite do último domingo, 2, na Praça de Eventos da Orla de Atalaia, o ‘Balaio Cultural’, um espaço voltado as apresentações de quadrilhas juninas, bandas de pífanos e outras atrações típicas do período junino e que tem como função promover e auxiliar na circulação do produto cultural sergipano, já despertou a atenção dos turistas que visitam o estado e gera grandes expectativas do setor hoteleiro.

O evento é organizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em parceria com o Banco do Estado de Sergipe (Banese), a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) e Secretaria de Estado da Inclusão e do Desenvolvimento Social (Seides). Realizado sempre aos sábados, até a primeira semana do próximo mês, o ‘Balaio Cultural’ pretende explorar o ciclo junino como uma atração turística para o ano todo.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo, Jorge Santana, ao promover o ‘Balaio Cultural’ o Governo pretende não só oferecer mais um atrativo aos turistas que já se encontram em território sergipano, mas também estimular o retorno durante o mês de junho.
“Os festejos despertam a curiosidade em todos aqueles que visitam a nossa terra. A Orla de Atalaia já é uma atração natural e ao inserirmos essa programação, resgatamos a cultura e estimulamos os turistas a conhecerem um pouco mais das nossas tradições. Estamos fazendo uma experiência com esse evento, pois temos o objetivo de mantê-lo durante todo o ano”, afirmou.