O Ministério do Turismo classificou Balneário Camboriú, em Santa Catarina, como uma das cidades que apresentam os melhores índices de desenvolvimento turístico do País. Segundo resultado da pesquisa Cores do Brasil 2005, realizada pelo ministério, os destinos turísticos da região conhecida como Rota do Sol, onde está incluído o balneário, Camboriú foi a única cidade de Santa Catarina que conquistou grau AAA no quesito aproveitamento dos roteiros. Balneário Camboriú, indica a pesquisa, reúne diversos atrativos, incluindo ecoturismo, turismo de compras, praias tranqüilas ou agitadas, badalação noturna, tornando-a o destino turístico catarinense mais visitado.

Conforme o resultado da pesquisa, a cidade possui atrações 24 horas por dia o ano inteiro, com completa infra-estrutura. "Há muitas opções de hotéis, pousadas, bem como bons bares e restaurantes dos mais variados estilos, colocando Balneário Camboriú entre as cidades de melhores índices de desenvolvimento turístico do País", escreveram os pesquisadores. A pesquisa, realizada pelo Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, entrevistou 1,2 mil turistas e enviou equipes a 116 roteiros brasileiros. Desses, cinqüenta foram qualificados como aqueles que nenhum brasileiro pode perder.

Na avaliação dos pesquisadores, Balneário Camboriú possui um complexo para veranistas e praias de águas esverdeadas e calmas, como a Praia de Laranjeiras. "Em Balneário Camboriú, locais para prática da pesca são encontrados nas Praias de Taquaras e Taquarinhas. O município tem também praia para a prática de nudismo, como por exemplo, a do Pinho." Segundo a pesquisa, além das praias muitas opções de lazer também são oferecidas na cidade.

O plano Cores do Brasil objetiva incentivar o turismo interno e dobrar, em cinco anos, o número de turistas em viagens entre os estados brasileiros. Esse número é, atualmente, estimado em vinte milhões por ano e o plano começa a ser executado a partir deste ano. Considerando-se o gasto médio diário por turista de R$ 70, conforme dados do ministério, em viagens de dez dias, a meta representará um aumento de receita de R$ 14 bilhões em 2010. Para isso, o Ministério do Turismo vai investir R$ 84 milhões por ano em ações de marketing e promoção que estimulem, principalmente, os brasileiros a visitar o próprio País.