Passear por um rio, em meio a montanhas, ouvindo o barulho das águas e o canto dos pássaros, até parece contexto musical, mas não é. É a imagem que fica registrada na memória de quem encara os dez quilômetros do Rio Ribeira, em Cerro Azul, cerca de 85 quilômetros de Curitiba, durante a prática do rafting, um esporte de aventura, no qual se desce rios com corredeiras em botes infláveis.

Organizado pela operadora de turismo Praia Secreta, em parceria com a Secretaria de Turismo do município, esse esporte de aventura é para quem, além de gostar de estar em meio à natureza e todas as belezas que ela oferece, sem ter que ir para lugares muito afastados da capital, goste também de sentir fortes emoções, relaxar e esquecer o estresse do dia a dia.

Para que tudo seja feito com a maior segurança possível os organizadores disponibilizam os equipamentos necessários para a prática do rafting. São botes, remos, coletes salva-vidas e capacetes, e claro, instrutores especialistas no assunto. Cada bote tem capacidade para oito pessoas mais um condutor, que vai mantendo o ritmo das remadas.

Antes de colocar o bote na água, todas as normas de seguranças são cuidadosamente citadas, uma a uma. Quem entra no bote assume um remo e aprende exatamente como deve agir para que o passeio de todos seja excelente.

O coordenador-geral da Praia Secreta, Daniel Spinelli, que é presidente da Associação Brasileira das Empresas de Turismo Aventura (Abeta), atualmente com cerca de 220 associados em todo o território nacional, informa que para praticar o rafting não é preciso saber nadar. “A nossa base fica às margens do Rio Ribeira e temos um rafting de aproximadamente duas horas com corredeiras classe II/II+, trecho ideal para iniciantes”, explicou.

O jornalista viajou a convite da Praia Secreta Expedições.

QUANTO CUSTA?

A Praia Secreta oferece dois tipos de pacotes. Um deles é feito no Rio Ribeira num trecho de 10 quilômetros, com corredeiras classe II / II + e que leva em média duas horas para ser feito. Podem participar grupos de no mínimo seis pessoas e no máximo 40 com idade a partir de oito anos. Custa R$ 62 por pessoa.

O outro pacote é de cinco horas de duração e a classe das corredeiras é III / III+.

A idade mínima para participar é 14 anos. Preços deste pacote sob consulta.

Mais informações: www.praiasecreta.com.br ou (41) 3256-3333.

Uma aventura para todos

Ao contrário do que se imagina o rafting não é praticado apenas por esportistas e aventureiros. É indicado também para grupos de empresas que queriam fazer treinamento de pessoal com uma experiência ao ar livre. E, acredite, é também para famílias e crianças a partir de 8 anos. Isso é possível porque, além da segurança reforçada, os condutores que acompanham os praticantes são experientes e conhecem cada canto do rio.

E os participantes adoram a experiência. “Estava com um pouco de receio porque nunca havia praticado esse esporte. Mas, ao entrar no rio, a única sensação que tive foi de entusiasmo e muita emoção. Fui agraciada com lindas paisagens”, descreve a jornalista Diocsianne Moura.

Turismo sustentável

A Praia Secreta atua como agente de desenvolvimento social em Cerro Azul, incentivando o desenvolvimento sustentável. A empresa incentiva a preservação do meio ambiente, com conduta consciente em ambientes naturais, utilização de tecnologias adequadas na base do rafting e também a realização de ações ambientais. Além disso, tem preocupação social. Um café regional que hoje é servido para turistas começou com uma breve conversa com uma microempresária ,da região, a Mara, que servia café com leite para funcionários de uma obra. Hoje, ela e o marido servem café, sucos, biscoitos, geleias e doces caseiros aos visitantes.

Para o secretário municipal de Turismo, Alexandre Briguetti, as campanhas de incentivo para que as pessoas conheçam as belezas de Cerro Azul e as melhorias não vão parar. Será um trabalho contínuo.