Mariana Juri: ?Expectativa é atrair 15% mais brasileiros este ano?.

As operadoras da Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) pretendem lançar novas opções de roteiros para a província de Mendoza, na Argentina. A iniciativa foi resultado de um encontro, ocorrido em São Paulo, entre diretores e funcionários de dezesseis empresas associadas com uma comitiva de Mendoza, tendo à frente o governador Julio César Cobos e a ministra do Turismo e Cultura, Mariana Juri.

As operadoras envolvidas são: ADV, Agaxtur, Ancoradouro, CVC, Central de Intercâmbio, Designer, Eurovip?s, Expressway, Flot, Interamerican, Interpoint, Nascimento, New Age, Sun Crowne, Trade Tours e Visual. Os operadores esperam um aumento de demanda para Mendoza graças a fatores como o apoio do governo da província, que junto à iniciativa privada iniciará forte campanha de divulgação do destino em São Paulo, o relacionamento mais estreito com os operadores de receptivo e a boa gama de atrações turísticas, que vão além de belas montanhas, neve e esqui. O turismo vitivinícola, com opções que incluem até música clássica nos vinhedos, e gastronômico também são grandes atrativos.

A Agaxtur, por exemplo, planeja fazer vôos charter exclusivos para a capital da província argentina nas principais datas comemorativas, já a partir do feriado de 15 de novembro. Já a Nascimento deve criar roteiros terrestres entre Mendoza e Santiago, no Chile, distantes apenas quatrocentos quilômetros. A Expressway e a Visual vão dar ênfase para o segmento do vinho.

Mais brasileiros

Segundo a ministra Mariana Juri, dez mil brasileiros visitaram Mendoza em 2004. ?A expectativa para este ano é a de aumentar em 15% esse número. Durante 2004 recebemos um total de 1,6 milhão de turistas, entre argentinos, brasileiros, chilenos e visitantes de 35 países?, revelou Mariana Juri. Ela também informou que a oferta hoteleira cresceu 110% em cinco anos.