O pôr-do-sol destaca a beleza
da Piúva, árvore-símbolo do Pantanal.

O Refúgio Ecológico Caiman, instalado em Miranda, a 236 quilômetros de Campo Grande (MS), oferece em plena estação da seca (época mais procurada pelos turistas) uma promoção especial com diárias gratuitas. Com preços e validade específicos para a média e a alta estação, a promoção oferece duas noites de cortesia para os hóspedes que optarem pelo programa “7 por 5” e uma hospedagem gratuita para os que preferirem “4 por 3”.

“A proposta é incentivar a ampliação do período de permanência do visitante no Pantanal, em uma época de clima ameno, e criar condições para que melhor desfrute das belezas da região”, explica Roberto Klabin, presidente da Caiman. Ele informa ainda que a média de permanência dos turistas brasileiros no Pantanal é de quatro dias e a do estrangeiro, de cinco dias.

Com a novidade, os turistas que forem à região neste período poderão desfrutar de uma programação intensa e diversificada durante uma semana inteira e aproveitar a estação da seca. Durante toda sua estada no Refúgio Ecológico Caiman os hóspedes são acompanhados pelos caimaners, profissionais bilíngües especializados na fauna e na flora pantaneiras e pelos guias de campo.

Diariamente e de acordo com as condições climáticas da região, os caimaners escolhem, entre mais de vinte tipos diferentes de passeios, as melhores alternativas para mostrar aos turistas todas as belezas do Pantanal, que detém o título de Reserva da Biosfera Mundial pela Unesco.

Atividades

No Refúgio é possível fazer caminhadas em trilhas, excursões em caminhões abertos inspirados nos safáris africanos ideais para fotografar os animais, cavalgadas, passeios de bicicleta e navegar em barcos ou canoas canadenses (ótima oportunidade para a observação da vida animal nas margens das baías e lagoas). A cada dia, uma região diferente da fazenda é visitada.

Dessa forma, os turistas podem, além de conhecer a diversidade da paisagem pantaneira, observar os mamíferos que, durante a estação da seca, aparecem em busca de alimentação nas lagoas que se formam com a volta das águas para os leitos dos rios. Esta época é ideal para avistar animais como capivaras, lobinhos, veados-campeiros, cervos, quatis e tamanduás-bandeira.

O pacote de sete dias permite ao turista integrar-se aos vários aspectos da cultura pantaneira preservados na fazenda de 53 mil hectares em que estão instaladas as quatro pousadas do Refúgio: Sede, Baiazinha, Cordilheira e Piúva.

Com estruturas independentes, proporcionam uma viagem gastronômica guiada pelas cozinheiras locais com pratos típicos do Pantanal, entre os quais a paçoca de carne seca, o caldo de piranha, a sopa paraguaia (bolo salgado feito com fubá, queijo e cebola) e vários doces caseiros, como os de abóbora e de leite.

A promoção “7 por 5”, que oferece aos hóspedes cortesia de duas noites, até dia 31 de maio (média estação), custa R$ 1.265 por pessoa, em apartamento duplo. O preço inclui as três refeições diárias, o acompanhamento dos caimaners e todos os passeios regulares. Quem preferir pode escolher o pacote “4 por 3”, por R$ 759, com uma diária de cortesia. Entre os dias 1.º de junho e 10 de julho (alta estação), a promoção continua, com os preços de R$ 1.515 para sete noites e R$ 909 para o pacote de quatro noites (por pessoa em apartamento duplo, com os mesmos serviços acima citados).

Mais informações: (11) 3079-6622 ou

www.caiman.com.br.