v22.jpg

O Continente, em Paranaguá, é o mais novo hostel do Estado.

Foz do Iguaçu, Ilha do Mel, Guaratuba, Tibagi, Curitiba e, mais recentemente, Paranaguá são as cidades paranaenses que têm pelo menos uma unidade de hostel, denominação dos antigos albergues da juventude. Ao todo são oito estabelecimentos que se adaptaram ou foram construídos conforme as rígidas normas da Federação Internacional de Hostels (HI Hostel) e hoje fazem parte dessa rede que propõe hospedagem com intercâmbio cultural.

Há menos de dois anos, quando foi criada a Associação Paranaense dos Hostels (HI Hostel Paraná), só havia uma unidade, o Paudimar Falls, em Foz do Iguaçu. Hoje, a associação quer mais e está buscando parceiros em Antonina, Lapa, Londrina, Maringá, Morretes e Prudentópolis para incrementar a relação de hostels no Estado. "Precisamos ter mais unidades aqui para que as pessoas que vão a Foz do Iguaçu tenham a oportunidade de conhecer outros atrativos turísticos do nosso Estado", considera Carla Lemos, diretora da Associação Paranaense de Hostels. "Isso já vem acontecendo, mas antes, quando só existia o hostel de Foz, os turistas seguiam de lá direto para São Paulo, Rio, Bonito (MS)", lembra.

Ocupação

2004 foi um ano importante para a HI Hostel Paraná. Além do surgimento de novos estabelecimentos no Estado, dentre eles o Eco Hostel, o segundo de Curitiba, e o Continente, de Paranaguá, que funciona há um mês, têm aumentado gradativamente as taxa de ocupação em todos os estabelecimentos.

Segundo a HI Hostel Paraná, em 2003, foram registradas 7.286 pernoites e, no ano passado, já com as oito unidades, 35.714 pernoites. As diárias no Brasil estão entre R$ 15 e R$ 30, incluindo café da manhã e roupa de cama, em quartos coletivos.

No exterior, diárias custam de US$ 6 a US$ 30.

É significativo o aumento do número de famílias que se hospedam hoje nos hotéis da rede em todo o mundo. Para prestigiar esse grupo, a Federação Brasileira de Hostels (HI Hostel Brasil) está estudando a possibilidade de lançar uma carteirinha exclusiva para famílias. O maior benefício é a economia na hora de obter o documento (anual), já que isso seria necessário apenas ao titular (mãe, pai ou responsável).

O preço da carteira avulsa é R$ 20 para menores de dezoito anos e R$ 35 para maiores. A carteira de grupo (mínimo quinze pessoas) custa R$ 70. O documento tem validade de um ano em todo o Brasil e no exterior.

Ao todo, há mais de noventa hostels no Brasil, situados nas principais cidades turísticas. Em todo o mundo, há mais de 4,5 mil estabelecimentos, nos cinco continentes. (Danielle de Sisti)

Estado tem oito estabelecimentos

Curitiba:

Curitiba Eco Hostel -www.curitibaecohostel.com.br Roma Hostel -www.hostelroma.com.br

Paranaguá:

Continente Hostel, não tem site ainda.

Ilha do Mel – Encantadas:

Zorro Hostel – www.hostelzorro.com.br

Guaratuba:

Cabana Suíça Hostel -www.cabanasuissa.com.br

Tibagi:

Longe Vista Hostel -www.hostellongevista.com.br

Foz do Iguaçu:

Paudimar Campestre Hostel – www.paudimar.com.br

Paudimar Falls Hostel -www.paudimar.com.br

Mais informações sobre a Rede HI Hostel (Hostel International) podem ser obtidas na HI Hostel Paraná, em Curitiba, no endereço Rua Júlia da Costa, 64, 1.º andar, sala 216, Alto São Francisco. Mais informações: (41) 3024-4024, www.alberguespr.com.br ou info@alberguespr.com.br. (DS)