Foto: Swiss-image
Os relógios suíços são verdadeiras jóias, para sempre.

A Suíça não faz parte da Comunidade Européia e, portanto, não adotou o euro como moeda oficial, embora muitas lojas o aceitem como forma de pagamento. Com a desvalorização do franco suíço, moeda oficial da Suíça, o país apresenta ao turista mais uma vantagem para escolhê-la como destino na Europa. De acordo com dados divulgados pelo Turismo Suíço, a moeda local sofreu uma variação de aproximadamente 10% desde o ano 2000.

Isso favorece a visita ao país e às compras. Os motivos são muitos para consumir. Um deles é a alta qualidade dos produtos fabricados no país. Qualquer viagem para lá deve incluir, por exemplo, a compra de um relógio suíço. Em infinitas formas e preços, eles são geralmente mais baratos do que em outros países. A maior e mais famosa relojoaria suíça se chama Bucherer e oferece relógios que variam de CHF 50 a CHF 100 mil(aproximadamente R$ 75 a R$ 150 mil).

Outro ícone do país – os chocolates também não pode ser esquecido, além dos famosos canivetes, caixinhas de música e instrumentos de precisão. Vale a pena também reservar um espaço na mala para compra de roupas e lenços finos.

Reembolso

O imposto pago em mercadorias na Suíça é de 7,5%. Os turistas podem solicitar nas lojas o ?Cheque de Reembolso Global? e, posteriormente, requerer o reembolso dos impostos pagos por meio da empresa Global Refunds, a qual oferece um sistema de reembolsos nos aeroportos de Genebra e Zurique, além de estar também presente nos maiores aeroportos europeus.

A Suíça é um dos últimos países na Europa onde os passageiros ainda podem comprar produtos nas lojas duty-free dos aeroportos e economizar até 20% em perfumes e cosméticos, 30% em vinhos e licores e até 50% em produtos de tabacaria. Todos os produtos à venda são de marca original.

Em geral, no comércio, as bebidas alcoólicas são comercializadas em garrafas de 700 mililitros, porém, nas lojas duty-free as mesmas bebidas estão disponíveis em garrafas de um litro.

Além das lojas duty-free, existem muitos outros outlets espalhados pela zona de trânsito que oferecem variedade atraente de produtos, como souvenires, roupas, jóias, relógios, produtos eletrônicos e, é claro, o bom e velho chocolate suíço. Essas lojas geralmente estocam mercadorias que não estão disponíveis em nenhum outro comércio quando o assunto é a forma, qualidade e embalagem do produto, além do fato de estarem isentas do pagamento de imposto – o que leva o turista a economizar entre 10% e 15% no preço total de compra.