Para quem é amante dos contos medievais e pretende visitar Portugal, uma sugestão de passeio é conhecer as aldeias históricas, localizadas no centro do país. Constituídas por muralhas e castelos, essas regiões contam um pouco das tradições portuguesas e ainda são rotas gastronômicas, pois produzem ótimos vinhos e têm bons restaurantes.

A maioria das aldeias foi construída em regiões íngremes, no alto das serras, o que proporciona vistas incríveis. Em Linhares da Beira, por exemplo, a aldeia é protegida pela Serra da Estrela, e a altitude do local é um convite para apreciar as paisagens de seus diversos mirantes.

Há ainda, na mesma região, uma igreja românica que guarda três valiosas tábuas atribuídas ao grão-mestre português Vasco Fernandes.

Muitas histórias também são encontradas em Monsanto, uma aldeia de ruas estreitas que, no século 2 a.C., resistiu durante sete anos às investidas dos romanos.

A arquitetura da região é feita, em grande parte, por granito e xisto, e em meio às ladeiras da região há ótimos restaurantes com vista para o Castelo de Monsanto. Mas o charme do local é mesmo a Torre de Lucano, que no alto exibe um galo de prata, troféu destinado à região por ser considerada a aldeia mais ?portuguesa? de Portugal.

No alto de um morro, constituída por antigas muralhas, fica a aldeia de Belmonte, outra interessante sugestão de passeio em Portugal.

O local foi berço do descobridor do Brasil, Pedro Álvares Cabral, e tem igrejas de arquitetura romano-gótica, que guardam belas esculturas.

Para os apreciadores de vinho a aldeia é parada obrigatória. Há dezenas de adegas pela região, fora as festas do vinho, que atraem turistas o ano todo. Para mais informações acesse www.visitportugal.com.