A Secretaria Municipal de Saúde do Rio notificou em apenas um dia, entre quarta (19) e quinta-feira (20), 2.053 casos confirmados de dengue na cidade. Este ano, já foram registrados 23.555 casos da doença. Também foi confirmada na sexta-feira (21) pela secretaria a morte de uma menina de 14 anos moradora da Praça Seca, na Zona Oeste, a região mais atingida da cidade.

O secretário Estadual de Saúde do Rio, Sérgio Cortes, já chegou a admitir que o estado vive uma epidemia de dengue. Está marcada para a próxima segunda-feira (24), a primeira reunião do gabinete de crise para o combate dengue no Rio, criado pelo Ministério da Saúde. O gabinete será formado pelos secretários de Atenção Saúde, José Noronha, e de Vigilância Sanitária, Gerson Penna, que vão atuar junto com o governo fluminense.

Cerca de 900 agentes de saúde deverão ser contratados emergencialmente para atuar nas áreas mais críticas. A previsão é que a reunião ocorra às 16 horas, no prédio da representação do Ministério da Saúde no Rio, no centro da cidade.