A incidência de osteoporose está crescendo no mundo inteiro em proporções epidêmicas, segundo a Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

No Brasil, já atinge mais de 10 milhões de pessoas. Muito conhecida entre as mulheres, a doença está atingindo cada vez mais homens.

Segundo uma fundação americana de apoio aos portadores da doença, dois milhões de homens estão com osteoporose e outros 12 milhões já apresentam risco para a doença nos Estados Unidos.

Apesar da grande incidência em homens, a doença em pessoas do sexo masculino se encontra subdiagnosticada.

Fatores, como sedentarismo, hábito de fumar, hereditariedade e baixo consumo de alimentos fontes de cálcio estão associados ao aumento do risco de osteoporose em homens, informa o órgão americano NOF.

A nutricionista Ana Beatriz Barrella, recomenda como medida preventiva à saúde dos ossos o consumo adequado de alimentos fonte de cálcio diariamente. Homens com menos de 50 anos apresentam uma necessidade de 1.000 mg de cálcio por dia, e para os homens com 50 anos ou mais, esta necessidade sobre para 1.200 mg por dia.

Uma das principais fontes de cálcio é o leite e para atingir as necessidades deste nutriente um homem deve consumir de quatro a cinco copos de 200 ml por dia, que podem ser no café da manhã e nos lanches da tarde.