Argentina e o Uruguai fizeram doações de pele e de membrana amniótica (tecido) ao Brasil. O material vai ser usado na recuperação de vítimas do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), que sofreram queimaduras e já foi encaminhado para os hospitais onde estão os feridos.

Ao todo, os dois países enviaram ontem (28) 12.400 centímetros cúbicos de pele humana e 27.328 centímetros cúbicos de membrana amniótica. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse não ser possível quantificar o número de pessoas que podem ser beneficiadas com a doação, pois depende da extensão das queimaduras de cada ferido.

Segundo a agência reguladora, os estoques de pele da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, um dos três bancos de pele do Brasil, não foram suficientes para suprir a demanda. Além das doações internacionais, os gaúchos receberam doações de outros bancos brasileiros – do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de São Paulo e do Instituto de Medicina Integral de Pernambuco Professor Fernando Filgueiras.