Nos dias mais frios as pessoas, geralmente, permanecem em ambientes fechados e com pouca ventilação, o que favorece a contaminação por algumas doenças virais.

A conjuntivite pode ser um exemplo e aparece principalmente quando baixa a imunidade do organismo.

A proximidade com outras pessoas e a maior quantidade de componentes no ar causa mais sensibilidade nos olhos, o que facilita a transmissão da doença. De acordo com o oftalmologista Marco Canto, a transmissão da conjuntivite viral pode ocorrer pelo contato direto ou pelo ar, sendo pelas mãos, por toalhas, cosméticos, uso prolongado de lentes de contato, poluição do ar e fumaça de cigarro, além de outras substâncias.

A doença é uma inflamação da conjuntiva, uma membrana que reveste a parte branca do olho e a superfície interna das pálpebras. As pessoas com o sistema imunológico mais comprometido também podem ser mais suscetíveis à doença: como usuários de medicações ou drogas, idosos ou portadoras de alguma doença.

Por isso, o médico enfatiza a importância da prevenção. Para evitar a conjuntivite é necessário manter a higiene, lavar sempre as mãos, evitar ambientes poluídos ou fechados e não coçar os olhos.