O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que destinará R$ 68,3 milhões não reembolsáveis à Fundação Médica do Rio Grande do Sul, para o Programa Nacional de Recuperação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). Os recursos serão aplicados na aquisição de equipamentos de informática para melhoria da gestão dos 46 Hospitais Universitários Federais (HUF) do País.

O projeto tem como objetivo aperfeiçoar processos operacionais, de controle e avaliação; reduzir custos e eliminar possibilidade de fraudes; reduzir rotinas manuais; e melhorar informações gerenciais para tomada de decisão.

A operacionalização do projeto se dará a partir de um acordo institucional entre o Ministério da Educação (MEC), responsável pelo programa, e a Fundação Médica do Rio Grande do Sul. A Fundação atuará como executora junto aos hospitais beneficiados, para replicar o modelo adotado no Hospital das Clínicas de Porto Alegre.

Atualmente, os hospitais universitários federais disponibilizam mais de 10 mil leitos para atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) e abrigam atividades de ensino de mais de 70 mil alunos de cursos da área de saúde e cerca de 4,7 mil médicos residentes a cada ano.

Equipe AE