Brasília – O Brasil é o primeiro país em desenvolvimento a mostrar queda na mortalidade por cânceres de pulmão, brônquios e traquéia. Dados do Departamento de Análises de Situação de Saúde (Dasis), da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), indicam que a redução ocorreu entre homens, das faixas etárias de 30 a 49 anos, nas regiões Sul e Sudeste, no período entre 1981 e 2001. No início da década de 80, o risco do homem, entre 30 e 49 anos, morador da região Sudeste, morrer por essas causas era de 6 em 100 mil, caindo para 4,3 por 100 mil no ano de 2001. Na região Sul, o risco de morte nesta faixa etária caiu de 8 por 100 mil, em 1981, para 6 por 100 mil, em 2001.