Redução no consumo do café, grande aliado no combate a doenças cardíacas e diabetes, é aconselhada por pesquisa publicada no jornal “Investigative Ophthalmology & Visual Science”.

De acordo com os dados apresentados pelo “Brigham and Women’s Hospital”, em Boston, consumo exagerado de café pode desenvolver doenças relacionadas à visão. Na pesquisa, aponta que compostos encontrados no café podem elevar a pressão do globo ocular, gerando assim, alteração na visão, chamada de síndrome de esfoliação, que pode gerar doenças mais sérias.  

O glaucoma acontece quando os tubos de drenagem, localizados no interior dos olhos, ficam obstruídos, impossibilitando a drenagem natural do fluido e consequentemente aumentando a pressão ocular, causando dano no nervo óptico. O nervo é o que liga o olho ao cérebro e a retina (tecido sensível que reveste a parte posterior do olho).

A pesquisa avaliou mais de 120 mil pessoas com mais de 40 anos e que não são portadoras de glaucoma. Os que consumiam mais de três xícaras de café por dia apresentaram maior risco de desenvolvimento da doença do que as pessoas que não ingeriam moderadamente a bebida.