Férias, viagens, temporada na praia. A estação é propícia para o descanso e o lazer. Este período é essencial para repor as energias gastas após um longo ano de trabalho e estresse.

Logo, tudo volta ao normal: trabalho, correria, preocupação. No entanto, antes de começar a correria do ano que se inicia é recomendável reservar um dia para passar por um check-up.

Vale a pena programar um, afinal a realização periódica de exames preventivos é fundamental para manter a qualidade de vida e garantir anos e mais anos de bem com a própria saúde.

Segundo Edison Azuma, clínico geral e coordenador do setor de check-up no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, a importância dos exames preventivos está no acompanhamento da saúde dos pacientes e no diagnóstico precoce de doenças. “Ao detectar uma enfermidade no início podemos encontrar a cura definitiva para elas, o que também contribui com o aumento da longevidade”, reconhece.

De acordo com o especialista, a “lógica” dos exames preventivos é simples: se uma doença é identificada em estágio inicial, maiores serão suas chances de cura. Por isso, é tão importante que os exames preventivos sejam realizados anualmente, com outras avaliações médicas específicas e periódicas entre eles.

No mesmo lugar

No Hospital Santa Cruz, os pacientes contam com um andar exclusivo para a realização do check-up, onde é possível realizar exames e consultas sob o acompanhamento de uma equipe médica multidisciplinar.

Foi a solução encontrada para agilizar os procedimentos, já que é, geralmente, os pacientes levam em torno de um mês para agendar e realizar todos os seus exames, em diferentes lugares.

Com o atendimento preferencial, pode-se diminuir esse período para, no máximo, sete horas dentro do hospital. “Além disso, tem a oportunidade de passar uma manhã agradável, dando atenção para a sua própria saúde e tendo o cuidado irrestrito dos médicos”, destaca Azuma.

O clínico geral explica que o check-up começa com uma avaliação clínica e exames simples, como hemograma completo, exame de urina, eletrocardiograma e ecocardiograma, podendo chegar até aos mais sofisticados e detalhados, caso a pessoa tenha um histórico pessoal ou familiar de patologias que merecem maiores cuidados e atenção.

“Esses exames podem ajudar a detectar e tratar das mais simples às mais graves doenças, muitas vezes, quando os sintomas ainda não são perceptíveis”, comenta o especialista.

Homens e mulheres

Aproveitar o começo de ano para investigar como anda a sua saúde deve fazer parte das suas metas a cumprir a cada ano, e pode fazer toda a diferença ao garantir uma vida saudável para o restante do período.

A recomendação dos médicos é que essas avaliações comecem a partir dos 30 anos de idade. Quem possui histórico familiar de doenças graves, como cardiopatias, diabetes, hipertensão e câncer precisam começar mais cedo.

“Descobrir doenças em fase inicial, facilita a definição das melhores estratégias de tratamento e amplia significativamente a chance de cura”, completa Edison Azuma.

Por isso, o check-up anual é essencial. Uma pessoa mesmo sem sintomas deve fazer, no mínimo, exames anuais com avaliação dos possíveis fatores de risco. Esse cuidado é ainda mais importante entre os homens, geralmente a partir de 40 anos. Sem contar, a preocupação em controlar os fatores de risco, como obesidade, tabagismo, diabetes, hipertensão e colesterol alto.

Dentre as doenças que trazem maior risco ao homem, até os 40 anos, estão as cardiopatias e o câncer, principalmente do aparelho respiratório, e da próstata.  As mulheres precisam se prevenir contra o câncer de mama e de colo do útero, hipertensão, diabetes e doenças cardíacas.