O clima começa a esfriar e o apetite aumenta. Os médicos afirmam que ter mais apetite nos dias frios é normal. De acordo com a endocrinologista do Hospital VITA, Gleyne Kujew Biagini, isso ocorre porque o organismo precisa de mais energia para produzir mais calor e equilibrar a temperatura do corpo.

Um dos alimentos preferidos durante o inverno é o chocolate. A procura aumenta com a páscoa e continua com o clima frio. De acordo com o diretor de um supermercado de Curitiba, a venda de produtos que tenham como ingrediente o chocolate cresce cerca de 40% a partir de abril. A endocrinologista explica que o chocolate está entre os itens preferidos porque, além de gostoso, é fácil de armazenar e concentra grande quantidade de calorias, mesmo nas pequenas porções.

Além de saboroso, o chocolate dá a sensação de prazer. “Isso porque contém a feniletilamina, um aminoácido precursor da serotonina, que estimula os centros de prazer do cérebro”, diz Gleyne. Os benefícios do alimento são muitos. “Ele é rico em magnésio, importante para o crescimento das crianças e estimulante do sistema nervoso central”, explica. O cacau também contém substâncias flavonóides que desintoxicam as células. “Inclusive já existem estudos mostrando os efeitos benéficos do cacau na prevenção de células cancerosas”, conta Gleyne.

Outro ponto importante, segundo a endocrinologista, é que o cacau é antioxidante, ou seja, retira das células os resíduos produzidos durante a respiração, alimentação e quando o organismo é exposto ao estresse.

Mas o chocolate em excesso não faz bem. “O consumo exagerado pode causar insônia, estresse, dependência química e psicológica”, alerta Gleyne. Além disso, a gordura saturada, contida principalmente nos chocolates mais “brilhantes”, não faz bem para o sistema cardiovascular.