Homens e mulheres estão sujeitos às conseqüências do envelhecimento. Eles se deparam com a andropausa – diminuição dos níveis de testosterona, elas com a menopausa – período em que ocorre uma progressiva queda na produção de hormônios estrógeno e progesterona.

Para elas esses distúrbios hormonais chegam por volta dos 50 anos de idade e se manifestam por alterações de humor, ondas de calor (fogachos), suores abundantes e ressecamento vaginal. Estima-se que, no Brasil, perto de 15 milhões de mulheres estejam vivenciando esta fase.

No período do climatério, período de transição da etapa reprodutiva para a não reprodutiva, a falta desses hormônios acarreta alterações físicas e emocionais, podendo ser amenizadas, dependendo de cada caso, por meio da terapia hormonal (TH).

Alteração hormonal

Um dos sintomas mais característicos da menopausa é a insônia. Dormindo mal, quase sempre elas acordam de mau humor, tornando, muitas vezes, mais difícil a relação com as pessoas de sua convivência.

“É muito comum a paciente contar das crises vividas em família quando vem em busca de um tratamento”, diz a endocrinologista Dolores Pardini. Outra queixa importante é a falta de libido, já que a alteração hormonal provoca a falta de lubrificação vaginal, podendo comprometer a qualidade da relação com o marido ou parceiro.

A mulher, provavelmente, irá procurar o seu médico ao se iniciarem as irregularidades no seu ciclo menstrual ou quando surgirem os primeiros sintomas da menopausa.

Os especialistas ressaltam que é importante que a mulher cultive hábitos saudáveis, praticando exercícios físicos (caminhada, hidroginástica ou natação) e passe a ter uma alimentação mais equilibrada, dando preferência às frutas, raízes, verduras, legumes e cereais.

Segundo a endocrinologista Cláudia Navarro, as mulheres ao entrarem na menopausa geralmente se encontram no auge da sua produtividade e, invariavelmente, nos melhores momentos da sua vida afetiva. “Por isso, devem fazer de tudo para manter essa estabilidade”, frisa, indicando a terapia hormonal para que elas consigam recuperar esses momentos.

Sintomas da menopausa

* Palpitações, ondas de calor e suores.
* Atrofia da vagina e da uretra.
* Prurido vaginal, sensação de ardência, episódios de sangramento e secura vaginal.
* Dor durante as relações sexuais.
* Diminuição do desejo sexual.
* Micção dolorosa, urgência e incontinência urinária.
* Ressecamento de cabelos, pele e olhos.
* Mãos, braços e pernas adquirem aparência áspera.
* Depressão e irritabilidade.

Exames de rotina

* Ginecológico, incluindo teste papanicolau.
* Colesterol e triglicerídeos.
* Dosagens hormonais.
* Mamografia – deve ser realizada a cada dois anos.
* Ultrassonografia transvaginal.
* Densitometria óssea.