Maio já começou. O mês das mães, também é o mês das noivas. Essa é uma informação que grande parte das pessoas sabem, mas o que não é muito divulgado é que maio foi intitulado mês das noivas por influência da Igreja Católica.

Isso porque é o mês da consagração de Maria, mãe de Cristo. A comemoração do dia das mães, no segundo domingo de maio, também contribuiu para que as noivas escolhessem o mês para marcar a data do casamento.

São tantos os preparativos para o casamento: a festa, a lista de convidados, a cerimônia, a recepção, a lua-de-mel, o novo lar. Com todos esses ingredientes talvez passe despercebido um fator importantíssimo para os noivos – os exames pré-nupciais.

No sentido literal da palavra, tocar no assunto, nesses tempos em que a iniciação sexual ocorre geralmente muito antes das núpcias, pode parecer um equívoco. Não é o que pensa o especialista em infertilidade Arnaldo Cambiaghi. Para ele, o aconselhamento médico é importante, tanto antes do início da atividade sexual quanto às vésperas do casamento.

Nos dias atuais, é cada vez mais comum discutir francamente a sexualidade e para que não existam surpresas em relação à infertilidade do casal ou problemas de saúde preexistentes, o exame pré-nupcial é uma boa indicação.

“Essa bateria de exames é importante para identificar alguma enfermidade e também para evitar problemas em uma futura gestação”, explica a ginecologista Cláudia Mara Abdala.

Indicados por ginecologistas e urologistas, o exame pré-nupcial tem por finalidade diagnosticar as condições de saúde do casal.

Planejamento familiar

Apesar de não ser muito divulgado, o exame pré-nupcialé essencial para ambos os sexos. Além de atestar que o casal está sadio para ter filhos, o mesmo poderá ser o responsável por detectar algum tipo de doença até, então, desconhecido por noivas e noivos. Também, consultar o médico e tirar algumas dúvidas sobre os métodos anticoncepcionais mais utilizados será grande valia.

Conforme Cambiaghi, esse aconselhamento não deve servir apenas para a solicitação de exames, e, sim, pode se tornar o momento apropriado para esclarecer dúvidas sobre contracepção e sexualidade.

No entender do médico, mesmo que um bebê não esteja nos planos imediatos do casal, exames podem prevenir problemas graves na gestação, como a rubéola, toxoplasmose e citomegalovírus, entre outros.

“É possível identificar, com um simples check-up, doenças que podem ser minimizadas por medidas simples ou por meio dos novos recursos tecnológicos disponíveis”, comprova.

Aceito mais facilmente entre as mulheres, o exame enfrenta rejeições entre os homens. Não saber da existência desses exames específicos é a principal desculpa entre eles.

“É muito frequente os homens não fazerem os exames antes de se casarem e descobrirem que são inférteis, por exemplo, uma questão que poderia ser conhecida antes”, analisa o urologista Bruno Brambilla, indicando que o tempo ideal para a realização dos exames é de cerca de seis meses antes do casamento. “Com esse período de antecedência dá para iniciar ou mesmo concluir um tratamento”, completa.

Aconselhamento genético

,

A quantidade de exames aos qual o casal é submetido depende das solicitações dos médicos.

O exame pré-nupcial tem a finalidade de verificar três aspectos: a saúde do casal, a saúde para a fertilidade e a saúde da mulher para a gestação.

O casal também precisa ser avaliado quanto à idade e maiores probabilidades familiares de doenças hereditárias ou problemas genéticos.

Arnaldo Cambiaghi esclarece que os resultados dos exames não têm o objetivo de cancelar o matrimônio, uma constante preocupação dos casais que se submetem ao exame pré-nupcial.

“Na prática, a identificação de possíveis dificuldades ou até doenças vão recomendar apenas cuidados específicos”, completa.

Para as mulheres, o exame pré-nupcial no setor ginecológico e a dosagem de hormônios são importantes para saber como está aparelho reprodutor.

Já que muitas querem ter filhos logo após o casamento, ou até mesmo para apenas precaver e cuidar para estar sadia quando chegar o momento certo de ser mãe. Nos homens, o pré-nupcial é válido para descobrir algum tipo de irregularidade na urina, nas fezes, bem como saber como anda a taxa de esperma. O médico que lhe atenderá solicitará mais exames conforme seu estilo de vida, já que é válido saber como está sua saúde corporal.