Uma nova arma para ajudar a vencer a celulite chega ao mercado de Curitiba. Trata-se da Subcision, uma técnica cirúrgica que é especialmente indicada para os “buraquinhos” provocados pela celulite mais avançada, que geralmente aparece na região glútea e na face posterior da coxa. “A técnica pode ser realizada isoladamente ou acompanhada por técnica de preenchimento”, explica a médica Ivana de Faria Neiva, especialista em medicina estética da Magna Corpore Medicina & Estética Avançada.

A Subcision é realizada na própria clínica, sob anestesia local, e a paciente retorna para casa imediatamente após o procedimento. A técnica consiste em separar a pele da gordura com celulite. O procedimento é feito com uma agulha especial, importada dos EUA, que possui uma microlanceta.
“Após a anestesia local, com a microlanceta, o cirurgião separa a pele que está aderida ao tecido gorduroso com celulite. Este procedimento é repetido em cada depressão. O processo é muito rápido, levando em média três minutos para corrigir cada depressão”, conta Ivana.

A técnica está indicada para as depressões mais recentes e rasas. Para as depressões mais antigas e profundas, associa-se a Subcision a uma técnica de preenchimento. O processo é o mesmo, mas é injetada uma sustância de preenchimento para corrigir a depressão causada pela celulite. “O resultado da técnica é bom, mas varia de pessoa para pessoa”, afirma Ivana.

A médica lembra que a Subcision não elimina a necessidade de outros cuidados para a forma corporal. Aliado ao tratamento deve haver reeducação alimentar e exercícios físicos. A Subcision isolada e a Subcision com preenchimento são técnicas complementares muito úteis para o cuidado dessa desagradável e sorrateira vilã que é a celulite, que teima em atingir a forma corporal da mulher moderna.