O Mieloma Múltiplo é um tipo de câncer hematológico, que representa cerca de 1% de todos os tipos de cânceres e aproximadamente 10% dos tumores que atingem o sangue. Afeta principalmente pessoas acima dos 40 anos (a maioria tem mais de 60), sendo que menos de 1% dos casos são detectados antes dos 35 anos.

Nos Estados Unidos, essa doença registra 15 mil novos casos por ano. No Brasil, não existe nenhuma estatística, mas estima-se que a incidência seja de quatro casos por 100.000 habitantes (dados de 2002).

Aprovado e comercializado no Brasil, Velcade é o novo medicamento para o tratamento do Mieloma Múltiplo, que utiliza o princípio ativo bortezomibe. Velcade é a primeira droga de uma nova classe de medicamentos que bloqueia o processo de degradação de proteínas, por um sistema celular chamado ubiquitina – proteassoma. Esse processo de degradação foi reconhecido com o prêmio Nobel de química de 2004 e consiste em bloquear a reprodução de células cancerígenas na corrente sanguínea.

Durante o X Congresso Brasileiro de Transplante de Medula Óssea (Curitiba – 16 a 19 de agosto), o laboratório farmacêutico Janssen-Cilag promoverá simpósio sobre "O papel do transplante de medula óssea na era do bortezomibe". Como muitos pacientes de Mieloma Múltiplo passam por transplantes de medula, a discussão é alinhada com o avanço da tecnologia medicamentosa.

A palestra sobre a ação do bertozomibe será dada pelo Dr. Rafael Fonseca, da Mayo Clinic Scottsdale, AZ (EUA), um dos maiores pesquisadores em tratamentos de câncer e as novidades sobre o bertozomibe. É uma oportunidade de antecipar o megacongresso sobre câncer de sangue, que será realizado em Orlando no mês de dezembro. A coordenação do simpósio será do Dr. Ângelo Maiolino, hematologista da UFRJ.