O maior estudo já realizado sobre os efeitos colaterais da vacina contra a gripe em crianças confirma que a aplicação é segura para bebês e crianças pequenas. Pesquisadores estudaram 45.000 jovens e não descobriram praticamente nenhum efeito colateral que tivesse exigido tratamento médico, nas seis semanas que se seguiram á vacinação.

Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), do governo americano, estimam que 90 crianças com menos de 5 anos morrem a cada ano, no país, de gripe. A vacina contra a gripe tem um bom histórico de segurança, escrevem os pesquisadores, a despeito de algumas fórmulas terem sido ligadas à síndrome de Guillain-Barre, um tipo raro de paralisia.

O número de casos de diarréia e náusea nas primeiras duas semanas após a aplicação ficou um pouco acima do esperado, mas ainda assim foi pequeno: 13 ocorrências, numa amostra de dezenas de milhares. O estudo, financiado pelo governo federal americano será publicado na edição de amanhã do periódico Journal of the American Medical Association.