Uma pergunta corriqueira que sempre fazem a mim nas mentorias financeiras é: Como montar minha carteira de investimentos?

Por óbvio, essa não é uma resposta tão simples e não deve ser respondida em apenas um encontro, um texto ou uma conversa de bar, principalmente pelas inúmeras variáveis que devem ser respondidas mensalmente pelo investidor / poupador.

Antes de tudo é importante você mapear as despesas e receitas do orçamento familiar anotando em planilhas ou aplicativos, verificar se está em dia com suas dívidas, para só depois se lançar ao mundo dos investimentos.

LEIA TAMBÉM: Sete passos para alcançar sua independência financeira

Em matéria de investimento há inúmeras fórmulas, métodos, conceitos e caminhos para montar a sua carteira, mas hoje quero destacar a você, caro leitor, os dois de minha preferência.

Alguns especialistas fazem a opção pelo método ARCA de Investimentos, que tem como significado a abreviação de 4 classes de ativos. Assim, são elas: ações brasileiras; real state (também mais conhecido como mercado imobiliário); caixa; ativos internacionais. Este é método bastante utilizado pelo Empresário e Youtuber Tiago Nigro, mais conhecido como “O Primo Rico”.

Essa ferramenta separa em quatro partes a desempenhar funções diferentes e de igual importância em sua carteira:

a) Ações Brasileiras: entendendo de investimentos de renda variável, as ações do mercado brasileiro são ótimos ativos para você aplicar dentro de uma estratégia de diversificação.

b) Real Estate: Conhecendo de mercado imobiliário, você poderá ter ganhos financeiras importantes, com opções de rentabilidade a longo prazo, especialmente em fundos imobiliários.

c) Caixa: Aqui divide-se em duas situações: a de você organizar melhor suas finanças por intermédio de três pilares: gastar bem, investir melhor e ganhar mais. E ter em caixa dinheiro para você investir, com segurança, em novos negócios.

d) Ativos internacionais: entendendo sobre moeda estrangeira, especialmente o dólar, você pode diversificar ainda mais seus investimentos.

Balanceando sua carteira com estes quatro tipos de ativos, você terá grandes possibilidades de ganho.

Outro método bastante utilizado é o método da carteira antifrágil, que tem por premissa a segurança da carteira de investimento com base em variáveis econômicas importantes (inflação, risco país, mercado estrangeiro, entre outros).

O conceito foi criado por Nassim Nicholas Taleb, tendo em vista as correlações negativas apresentadas pela economia volátil de um governo, bastante interessante para um país como o nosso (o método diz que quando um ativo valoriza o outro desvaloriza e vice versa).

Este método te levará a bons e frutuosos caminhos financeiros, desde que você tem condições de realizar aportes periódicos.

O balanceamento qualificado dos investimentos é o grande segredo para o sucesso de uma carteira antifrágil. Este método mostra o quão é importante diversificar os investimentos inserindo na carteira: Tesouro Selic, Ações de Bolsa Brasileira e Americana, Dólar, Criptomoedas e Novos Negócios, tudo isso na dosagem certa.

Não pule etapas, não invista sem conhecimento, caso tenha dúvidas, dê preferência para profissionais da área te ajudar neste seu novo caminho. Não há dúvidas que entrar no mundo dos investimentos te ajudará a alcançar sua tão sonhada independência financeira.

Meu nome é Marlon Roza, sou seu “Amigo de Negócios”.