Mudar o projeto de vida na área financeira não é uma das tarefas mais fáceis, mas ela precisa ser feita.

As atitudes que te levam ao sucesso financeiro iniciam pela mudança do mindset fixo para o mindset de crescimento, a atitude mental de enxergar a inteligência e outras habilidades fundamentais como potenciais a serem desenvolvidos.

E quando falamos em inteligência, precisamos citar algumas práticas diárias que nos impedem de evoluir, de andar a passos largos rumo ao que sonhamos como projeto de vida.

Para te ajudar neste caminho, eu te proponho um desafio, o Desafio da Riqueza. São seis sacrifícios que você precisa fazer para aumentar as chances de ficar rico, ser bem-sucedido em suas finanças, e depois gozar de uma independência financeira para o resto da vida.

Pegue uma caneta e um papel na mão e anote cada um dos sacrifícios para você começar a fazer desde logo:

Primeiro sacrifício: sacrificar o conforto do presente pelo futuro. As pessoas são imediatistas, querem tudo agora, resultados agora, prazeres agora, mas quando o assunto é financeiro você precisa PLANEJAR pensando no médio a longo prazo para alcançar resultados ainda maiores. Você pode até conseguir comprar alguma coisa deseja agora, mas se você abrir mão do seu prazer imediato, você pode conquistar algo muito maior daqui algum tempo, somado ao que desejava. Exemplo: você pode não comprar um veículo agora, para investir este dinheiro e comprar um carro muito maior, confortável, com pagamento a vista daqui algum tempo, isto porque os juros compostos começam a trabalhar para você.

Segundo sacrifício: Sair do equilíbrio. Aqui é bem importante você ficar atento a explicação. Não estou falando em equilíbrio emocional da inteligência emocional; sair do equilíbrio é fazer mais do que você já está fazendo. Planejar mais, executar mais, estudar mais, ousar mais, claro, da forma correta, pensando no valor agregado, pensando no que ganhará saindo deste equilíbrio.

Terceiro sacrifício: Sair da mediocridade. Você precisa sair da média. Temos sempre a desculpa de colocar o terceiro em nossas atitudes “Se tal pessoa faz assim eu farei”; “Se o grupo faz daquele jeito, eu farei”. Se se se, você acaba novamente não saindo da mesmice, ou melhor, mostrará ao mundo que você é somente mais um. Utilize-se das suas aptidões e habilidades versus vocação e propósito para você ser diferente, fazer coisas diferentes que agregam resultados a sua vida. Mediocridade não é algo ruim, é ser uma pessoa na média, mas para você ficar rico você tem que estar acima da média.

Quarto sacrifício: Deixar de ser 100% querido(a) sempre. Sabe aquela mente sabotadora com medo da rejeição? Você precisa mudar isso! “O que as pessoas vão pensar de mim se…?”; “Eu tenho que fazer isso para ser aceito” ou “Eu tenho que fazer isso para não pensarem mal de mim, para gostarem de mim”. Cuide do seu autogerenciamento emocional, ou seja, da sua inteligência emocional, e siga seu caminho sem pensar no que vão falar ou nos ataques que vão fazer, eles vem apenas porque as pessoas não são capazes de fazer como você.

Quinto sacrifício: Sacrificar a fragilidade. Pensar positivo é uma coisa, mas a toda hora minimizar os tropeços é muito errado. Você precisa entender que as porradas da vida são para aprendermos ser um pouco mais fortes, diferentes, que o erro e os tropeços são normais a todos aqueles que seguem em frente. Rejeição e críticas são normais em nossa vida, assim como carinho e afeição. Precisamos aprender para ganhar forças e vencer. Um Maratonista vence uma prova porque sofreu em sua trajetória, lutou, sentiu dores, mudou a alimentação, trocou atitudes.
Um córrego quando vê uma pedra no caminho ou tenta passar por cima ou encontra novos caminhos e com a gente não deve ser diferente.

Sexto sacrifício: Sacrifique o perfeccionismo. Pensar exageradamente nos detalhes não te levará a resultado algum. É óbvio que precisamos planejar, mas precisamos também partir para as atitudes. Muitas vezes, ou melhor, na maioria das vezes você vai errar e é errando que alcançará resultados maiores. Por isso faça e não espere acontecer! Faça com todas as forças bem feito, mas não perfeito. Entende a diferença? Honestidade na entrega é melhor e mais importante do que patinar em tentar ser perfeito, pois isso toma tempo e o cavalo passa e leva embora suas oportunidades.

Leia também: As cinco ferramentas de autoconhecimento que te auxiliam a alcançar o sucesso

Faça esses sacrifícios para que aumentem ainda mais suas chances de riqueza. Ser resiliente, planejar e executar rumo ao resultado te ajudará muito em sua trajetória.

Meu nome é Marlon Roza, sou seu Amigo de Negócios