A cada ano que passa novas ferramentas de pagamentos estão surgindo no mercado. Novas experiências levam o consumidor a economizar tempo, dinheiro e energia quando o tema é a realização de um pagamento ou transferência de dinheiro.

São cartões, maquininhas, moedas virtuais, sites de ingressos online, entre tantas outras ferramentas tecnológicas. Inclusive, aqui mesmo no meu Blog Amigo de Negócios, já trouxe a você a nova ferramenta PIX do Banco Central.

LEIA TAMBÉM – Você já sabe tudo sobre o PIX?

Você já ouviu falar em PEDÁGIO EXPRESSO?

Talvez com este nome não, mas se você possui veículo e faz viagens longas, com toda certeza já se deparou com esta ferramenta de pagamento automático do pedágio.

O sistema de pedágio expresso, nada mais é do que o nome do serviço que permite aos motoristas passarem pelas cancelas de pedágio sem parar para pagar com dinheiro ou cartão.

O funcionamento desse serviço é bastante simples. Você contrata uma empresa fornecedora de tag de pedágio e ela fornece dispositivo eletrônico (microchip vinculado a empresa fornecedora do serviço), que você cola no para-brisa do veículo. Ao aproximar-se da cancela, antenas reconhecem o seu dispositivo e libera automaticamente para você passar, sem precisar enfrentar filas ou utilizar-se de pagamentos em dinheiro ou cartão.

Foto: Felipe Rosa/ Arquivo Tribuna do Paraná

Assim como fiz no meu canal no Youtube Amigo de Negócios e no Instagram Amigo de Negócios quero te deixar dicas sobre as vantagens e como escolher a melhor tag para suas viagens:

Dica nº 1 – TAXA DE ADESÃO: Verifique se a empresa da qual quer contratar este serviço de pedágio expresso cobra taxa de adesão para você ter a abertura do sistema e sua tag. Este não deve ser o único item levado em consideração, mas deve ser colocado na balança.

Dica nº 2 – TAXA DE SUBSTITUIÇÃO: Há empresas que cobram taxa de substituição, isto é, se você tiver que trocar de veículo por alguma razão, terá que pagar uma taxa para substituir o veículo cadastrado na sua tag. Caso você tenha frotas de veículos ou tenha que trocar de veículo constantemente, talvez não seja uma boa empresas que cobram este tipo taxa.

Dica nº 3 – MENSALIDADES: Algumas empresas cobram mensalidades para a utilização desse sistema. Normalmente essas empresas que cobram taxa de mensalidade utilizam-se da mesma ideia do cartão de crédito, ou seja, você utiliza os serviços durante período de 30 (trinta) dias e ao final deste período te cobram por todo serviço utilizado somado a mensalidade.

Outras empresas não cobram mensalidades, mas fazem o débito a vista. Essas empresas utilizam-se da mesma ideia do cartão de débito, passou pela cancela já retiram o dinheiro da tua conta de forma automática. Quem utiliza deste serviço normalmente não paga taxa alguma de manutenção do serviço. Talvez seja uma boa pedida.

Dica nº 4 – RECARGA: Há empresas que utilizam-se do mesmo sistema de serviços pré pago como do celular, você coloca créditos e a empresa debita automaticamente a cobrança do serviço somando a uma taxa por utilização.

Dica nº 5 – ACEITAÇÃO: Verifique, antes de contratar, se a empresa pretendida atende a praça de pedágio que utilizará. A cobertura dos locais de utilização é bem importante no momento da escolha de sua tag.

Dica nº 6 – VANTAGENS: Verifique se a empresa que está no seu radar, oferece outros serviços como de cobrança em estacionamentos, ou vantagens como abastecimento de combustíveis com descontos, pontuação em programas de fidelidade, entre outros.

Algumas empresas que oferecem este tipo de serviço: C6 Bank Taggy, Conect Car, Move Mais, Sem Parar e Veloe.

Pesquise, veja qual te atende melhor e faça a sua escolha!

Meu nome é Marlon Roza, sou seu Amigo de Negócios.