O início de um novo ano, de um novo ciclo, pode ser a motivação que faltava para uma nova vida, mas também pode destacar ainda mais os problemas financeiros que estão se arrastando por muito tempo.

Milhares de brasileiros estão endividados no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, cerca de 74,6% das famílias possuem dívidas, muito pelos 13,5 milhões de desempregados e pela alta da inflação. O IBGE acaba de noticiar que o IPCA de 2021, índice que mede a inflação no país, fechou com alta de 10,06%, revelando mais uma vez que o poder aquisitivo e financeiro dos brasileiros estão cada vez mais baixos.

Para se salvar desta bola de neve o brasileiro tem recorrido aos empréstimos. Foram 173% o aumento pela procura de empréstimos pessoais em relação aos meses anteriores. Mas será que somente o empréstimo é a solução?

Sair das dívidas, ter uma nova vida, vai muito além de apenas ter receitas, é preciso mudar drasticamente a postura, o mindset financeiro.

Hoje, assim como faço em minhas mentorias, quero deixar algumas dicas importantes para que você mude sua chave mental, infelizmente dicas duras, pesadas, mas que vão servir para você mudar sua saúde financeira. Dificilmente se você não seguir essas dicas vai realmente sair das dívidas. Definitivamente, hoje serei seu AMIGO DE NEGÓCIOS.

Dica nº 1: Tenha equilíbrio financeiro. Deixar o consumismo exacerbado para trás, dando ênfase ao consumo consciente e de prioridades, precisa ser o seu primeiro passo para uma nova vida financeira.

Dica nº 2: Planejamento. Utilize seu projeto de vida com as metinhas e metonas para criar seu planejamento baseado em fases de ação e execução voltados a resultados. Não patine em nenhuma fase, equilibre todas elas.

Dica nº 3: Se você ainda não tem, registre todas as suas receitas e despesas em planilhas ou no seu caderno de anotações. É importante você conhecer todas as suas receitas e despesas durante o ano todo e assim realizar o estudo de impacto financeiro na sua vida.

Dica nº 4: Se tem cartão de crédito e não sabe utilizar de maneira consciente ou até mesmo a te proporcionar benefícios, descarte-o imediatamente. Cancele, deixe de utilizar até que tudo volte à normalidade.

Dica nº 5: Renda extra. De alguma forma terá que agir e realizar ações, projetos e negócios para obter uma receita extra. Sem a receita extra para complementar o que já recebe por mês, dificilmente sairá das dívidas.

LEIA TAMBÉM: Sete dicas para organizar suas finanças já no início do ano

Dica nº 6: Trabalhe com o método dos envelopes. Este é o método que utilizo em minhas consultorias e mentorias como uma das inúmeras ferramentas para auxiliar na organização financeira dos clientes.
• Passo 1: Saque toda sua receita do mês.
• Passo 2: Divida estes valores em envelopes destinados a cada tipo de despesa, ou seja, distribuídos com bastante ousadia financeira (ex.: para lazer dê preferencia a atividades gratuitas, portanto, você teria de R$20 a R$30 por semana para este tipo de despesa).
• Passo 3: Renegocie as dívidas
• Passo 4: Repita isso até sair das dívidas
O método dos envelopes ajuda inclusive na hora de utilizar o dinheiro, sua mente te programa com diferentes sentimentos: escassez, cuidado, alerta, entre outros.

Sem grandes ações e atitudes para mudar sua vida financeira, você continuará mergulhado em dívidas ou a caminho de um caminho que te trará bastante dificuldades. Lembre-se que a saúde financeira só depende de você.

Meu nome é Marlon Roza, sou seu Amigo de Negócios.